A CDU APRESENTOU O PROGRAMA PARA GUIMARÃES 2017-2021

A Coligação Democrática Unitária que junta o Partido Comunista Português e o Partido Ecologista os Verdes, apresentou, hoje, o seu programa eleitoral, visado as próximas eleições autárquicas, no dia 01 de outubro.

A apresentação foi feita por Torcato Ribeiro, cabeça de lista na candidatura à Câmara de Guimarães, Mariana Silva, candidata à União de Juntas de Freguesia de Oliveira do Castelo, S. Sebastião e S. Paio e Margarida Leça, candidata à Câmara Municipal de Guimarães.

Margarida Leça começou por dizer que o documento “não contém apenas as preocupações da CDU”. A candidata destacou a mobilidade e a sua relação com a coesão do território. Margarida Leça ilustrou a situação com exemplos como: “se eu quero ir ao cinema a Guimarães e não tenho transportes públicos como é que eu vou fazer?”. Para a candidata da CDU os transportes públicos devem servir os cidadãos “aproximando-os, sem discriminação dos bens e serviços concentrados na cidade”. Margarida Leça afirma que “a coesão não é possível sem este instrumento dos transportes públicos” e, por isso, a CDU defende a municipalização dos TUG. Ainda nesta questão dos transportes a candidata da CDU defendeu um aumento das ligações de comboio ao Porto e das ligações de Alfa a Lisboa. Margarida Leça aproveitou para lembrar que o primeiro Intercidades só chegou a Guimarães quando o primeiro Alfa chegou a Braga. Ainda falando de comboios, a CDU defende uma ligação por este meio de transporte entre Guimarães e Braga.

Mariana Silva destacou do programa da CDU as questões ambientais. Para a coligação de esquerda a questão central, em termos de ambiente, é o rio Ave. “Há trinta anos que começou a despoluição do rio Ave, que se gastam milhares de euros e não vemos a situação concretizada”, afirmou Mariana Silva. Para a CDU o ambiente toca em muitas outras áreas, “desde logo a educação”, afeta a mobilidade e alimentação. Mariana Silva lembrou o debate televisivo em que a jornalista afirmou que a cidade de Guimarães é das mais poluídas, para voltar a falar na necessidade de reforçar os transportes públicos.

O ruído é uma preocupação para a CDU e Mariana Silva lembrou que foi esta força política quem levou a questão à Assembleia Municipal, exigindo a execução de um mapa de ruído. A candidata terminou dizendo que “este é um programa aberto” e que outros assuntos que surjam ao longo da legislatura podem e devem ser tratados.

Torcato Ribeiro começou por lembrar que “o concelho não tem a qualidade que a cidade apresenta”. Para o candidato da CDU é preciso mudar o território de forma qualitativa. Outra questão querida de Torcato Ribeiro é o trazer pessoas para o centro histórico. O candidato da CDU lembra que a cidade de Guimarães está a perder população e que é preciso criar políticas para atrair os jovens. Torcato Ribeiro, como as duas candidatas antes, falou de transportes, para dizer que esta é “a questão fundamental”, uma vez que para a CDU a coesão do território está em risco, pelo mau funcionamento deste serviço. A solução para o candidato passa por municipalizar os TUG. Torcato Ribeiro apontou concelhos vizinhos que, tendo transportes urbanos municipalizados, “têm um serviço de qualidade e bilhetes mais baratos”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?