“ACIMA DE TUDO, PRECISAMOS DE CONTROLO EMOCIONAL” – PEDRO MARTINS

O técnico do Vitória afirmou que os seus jogadores só podem trazer os “três pontos do Bessa” caso estejam focados “unica e exclusivamente no jogo” e tenham “paciência” e “controlo emocional”. Recusou ainda divulgar quem vai substituir Rúben Ferreira no lado esquerdo da defesa, apesar de ter confirmado o regresso de Marega aos convocados.

A formação vitoriana regressa ao Bessa, neste sábado, pelas 20h30, três semanas depois de lá ter garantido o acesso aos oitavos de final da Taça de Portugal, num triunfo por 2-1, garantido no prolongamento com um golo de Hurtado, aos 118 minutos, e Pedro Martins avisou que os jogos no recinto boavisteiro são sempre “intensos” e “fortes”, o que vai obrigar os seus jogadores a terem “máxima concentração”.

“É um jogo de campeonato que vai exigir máxima concentração, foco única e exclusivamente no jogo, ter paciência, ter momentos em que temos de ter capacidade de sofrimento. Acima de tudo, precisamos de controlo emocional”, frisou o timoneiro vitoriano.

Pedro Martins revelou que o trabalho desta semana incidiu na gestão dos “momentos do jogo”, tendo reconhecido que, nos dois últimos encontros, frente a Tondela e Chaves, quando sofreu golos na reta final, os seus pupilos não souberam gerir a situação da “melhor forma”.

O responsável acrescentou que a equipa estava “rotinada” com a forma como Rafael Miranda, médio que falhou os últimos dois jogos, por ter sofrido uma fratura na costela precisamente no duelo da Taça, com os axadrezados, mas garantiu ter “soluções para resolver” o problema, falando nos casos de Tozé, que já alinhou ao lado de João Pedro, e de Mbemba.

“Temos o Mbemba que é um jovem e vai ter a sua oportunidade. Temos é de ter cuidado como o vamos utilizar. Tem um perfil muito interessante para a dinâmica que pretendemos”, adiantou.

Marega, o melhor marcador do campeonato, com 10 golos, vai regressar aos convocados, mas o técnico recusou avançar quem vai ocupar a vaga do castigado Rúben Ferreira no lado esquerdo da defesa.

Hugo Miguel é árbitro “justo” e “rigoroso”

Questionado sobre o papel da arbitragem neste jogo, tendo em conta a polémica ocorrida no jogo da Taça de Portugal, em que o guardião vitoriano Miguel Silva e quatro jogadores axadrezados foram expulsos no final do encontro, Pedro Martins referiu que Hugo Miguel é um árbitro que “deixa jogar imenso”, “justo” e também “rigoroso”.

O técnico confessou ainda que se excedeu nas críticas a Fábio Veríssimo, que dirigiu a partida anterior com o Chaves, tendo afirmado que o árbitro “já provou que pode fazer mais” e que nunca quis colocar em causa a sua “dignidade”, nem fugir às “responsabilidades” do jogo menos conseguido.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?