ANTIGO ALUNO DA UMINHO DISTINGUIDO COM PRÉMIO SECIL UNIVERSIDADES

Joel Dinis, formado em Arquitetura pela Universidade do Minho, acaba de ser distinguido com o Prémio Secil Universidades Arquitectura 2014, pela sua tese de mestrado “O Crastoeiro, a biografia do Lugar como instrumento no projecto de Arquitectura”. Foram ainda galardoados trabalhos das universidades de Évora, Porto, Lisboa e Autónoma de Lisboa. A cerimónia decorreu em Lisboa e teve o Alto Patrocínio do Presidente da República.
 
O castro do Crastoeiro é um importante povoado da Idade do Ferro, em vias de classificação, na vertente oeste do monte da Sra. da Graça, em Mondim de Basto, distrito de Vila Real. Apesar das modestas dimensões, conjuga uma série de significados, traduzidos pela abundante arte rupestre presente e pelas típicas construções castrejas, conferindo-lhe elevado valor histórico, científico e patrimonial. Esse “Lugar” foi construído ao longo do tempo, o que justifica a sobreposição de ocupações.
 
A investigação de Joel Dinis, orientada por Maria Manuel Oliveira, presidente da Escola de Arquitetura da UMinho, visou valorizar o Crastoeiro, numa intervenção contemporânea enquanto nova camada de significado. O projeto conceptual relaciona variadas escalas que contextualizam o castro no território, articulado com outras manifestações legadas na paisagem. Para tal propõe-se a criação de um abrigo interpretativo subterrâneo, que incorpora e tenta revelar possíveis leituras mágicas do “Lugar”, transmitindo-as a quem agora o habitar, utilizar ou visitar.
 
Essa peça-chave condensa várias interpretações, numa geometria construída que integra a paisagem como se de um mapa se tratasse. O espaço é desenvolvido em torno da relação entre um óculo central, aberto aos astros, e uma depressão onde se recolhem águas; há ainda a toda a volta um banco corrido, como elemento de reunião. “Aqui agregam-se o fogo, a água, o céu e a terra, que contribuem para o desenho e, sobretudo, a atmosfera deste abrigo”, explica Joel Dinis.
 
O Prémio Secil Universidades tem como objetivo incentivar a qualidade do trabalho de jovens oriundos das Escolas de Arquitetura e Engenharia portuguesas e promover o seu reconhecimento público. Na área de Arquitetura deste concurso são atribuídos até cinco prémios, cada um com direito a diploma e 5000 euros.
 
Joel Ferreira Dinis tem 26 anos e nasceu em Mondim de Basto. Fez o mestrado integrado em Arquitetura na UMinho. Colaborou no Centro de Estudos da Escola de Arquitetura da UMinho, nomeadamente no projeto de requalificação do centro cívico das Caldas das Taipas, em Guimarães. Tem participado em várias conferências, publicações e exposições. Atualmente é arquiteto autónomo.
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?