CJPG ALERTA PARA O RISCO DE DERROCADA DE DOIS PRÉDIOS EM MOREIRA DE CÓNEGOS

Nos edifícios habitam 18 famílias que já alertaram a autarquia.

Dois prédios de Moreira de Cónegos, edifício Mimosa e edifício Ancide, na rua da Igreja, estão em risco de derrocada. Coligação Juntos por Guimarães e moradores apresentaram hoje as preocupações aos jornalistas.

Os moradores já solicitaram à autarquia a construção de um muro de proteção, porque consideram que foi um “erro” conceder a licença de ocupação sem as devidas medidas de segurança. José Azevedo, um dos moradores presente, afirma que já contactou o empreiteiro e que este respondeu que “fez o que a Câmara permitiu”, e, por isso, considera que a “culpa” é da câmara por o prédio não estar em conformidade. “A Câmara é responsável. Pelo menos devia ter feito uma vistoria e obrigasse o empreiteiro a fazer”, sublinhou.

Os edifícios, com mais de 20 anos, que albergam 18 famílias, com cerca de 50 pessoas, encontram-se em frente de uma encosta com vários metros de terras, na qual o proprietário já se mostrou disponível a ceder cerca de três metros a construção do muro de proteção.

“Mesmo que a Câmara chegasse à conclusão que deveriam ser os moradores a pagar, a obra pode ser feita tal como acontece nos edifícios em risco de derrocada no centro histórico. A Câmara tome a posse administrativa dos edifícios, assegura que eles não caem e depois debita aos proprietários. Isto tem acontecido com frequência no centro histórico”, referiu André Coelho Lima, vereador da Câmara.

Saiba mais na edição impressa do Mais Guimarães na próxima terça-feira.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?