CORPORAÇÕES DE BOMBEIROS DE GUIMARÃES AUMENTARAM OS SÓCIOS EM 2017

As duas Associações aumentaram o número de sócios face a 2016, sendo que o aumento mais significativo aconteceu na Associação Humanitária de Guimarães. O número de sócios passou de 5.748 para 6.928, ou seja, um aumento de 1.180 associados. João Miranda, novo presidente da direção dos Bombeiros de Guimarães, que tomou posse em dezembro de 2017, considera que este aumento “é muito positivo e vem de encontro às expetativas da Associação”.

Na corporação das Caldas das Taipas, vila vimaranense, o número de sócios teve um aumento menos significativo durante o ano de 2017, mas, esta Associação Humanitária continua a ser a que tem mais associados no concelho vimaranense. No final de 2017 havia 7.003 sócios, mais 198 do que no final de 2016 (6.805).

No total, em Guimarães, há 13.931 sócios das Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários.

Os incêndios que deflagraram durante o ano de 2017 futigaram gravemente o país, especialmente nas zonas norte e centro. Em Guimarães foram várias as ocorrências que obrigaram à mobilização das duas corporações vimaranenses (Guimarães e Caldas das Taipas), umas com maior ou menor gravidade, e até de concelhos vizinhos. Segundo o número de associados das duas Associações de Bombeiros Voluntários vimaranenses, as catástrofes que se registaram, especialmente em outubro, numa altura em que a fase Charile já não se encontrava em vigor, ajudaram a consciencializar as pessoas.

 

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?