CRISTINA AZEVEDO VAI RECEBER MAIS DE 43 MIL EUROS DE INDEMNIZAÇÃO

Cristina Azevedo pretendia que a Fundação Cidade de Guimarães lhe pagasse os ordenados referentes ao período de 2011 a 2015, que contabiliza em 405.395,83 euros, mais juros.

Segundo o que o Mais Guimarães apurou, a primeira presidente da Fundação Cidade de Guimarães (FCG), Cristina Azevedo, vai receber uma indemnização de 41.557,88 euros, correspondentes à liquidação da compensação, mais 1.762.51 de juros vencidos sobre a quantia referida desde 21 de setembro, e ainda os juros vincendos à taxa legal de 4% desde de 12 de outubro de 2012.

Uma quantia inferior aos 405.395,83 euros, mais juros, pedidos pela Cristina Azevedo à FCG, que correspondia aos ordenados referentes ao período de 2011 a 2015.

A FCG, Direção Geral do Tesouro e Finanças, Gabinete de Estratégica, Planeamento e Avaliações Culturais e Câmara Municipal de Guimarães foram assim condenados pelo Tribunal de Guimarães a pagar os mais de 43 mil euros.

O Tribunal considerou ainda não se justificar “os incidente de litigância de má fé suscitadas por ambas as partes”. Os custos vão ficar a cargo da autora e réus habilitados na proporção de 89,75% e 10,25%, respetivamente.

Saiba mais na edição impressa do Mais Guimarães na próxima terça-feira.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?