DIA DAS COMPRAS NA NET

Entre os produtos que os portugueses mais compram online estão o vestuário e os acessórios de moda. Segundo um estudo realizado pela Internacional Data Corporation para a Associação da Economia Digital, as compras online dos portugueses, em 2017, deverão atingir números acima de 4,5 milhões de euros. As 00h00 começa o Dia das Compras na Net.

Sete em cada dez portugueses fez compras online em 2016

Paulo Melo, presidente da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, considera, em declarações recentes ao “Jornal-t”, que o têxtil está a viver “uma verdadeira revolução silenciosa” que irá transformar o negócio deste setor nos próximos 10 anos mais do que aconteceu nos últimos 100 anos. Essa “revolução silenciosa” passa pela chegada ao mercado de uma nova geração de consumidores e de decisores nas empresas, a geração “millennials”, cujos valores e comportamento são totalmente diferentes dos existentes no passado, o que “introduz ainda mais imprevisibilidade e volatilidade à equação que estamos a considerar”. O presidente da Associação têxtil acrescenta que, “a consolidação do comércio eletrónico e da economia digital, que está a transformar radicalmente a paisagem do consumo e do retalho têxtil, vestuário e moda, por via da omnicanalidade; e do entretenimento, como parte indissociável da experiência de compra e da inovação tecnológica, nos materiais, nos processos, nas funcionalidades e nos instrumentos de comunicação e nos canais de distribuição, que irão transformar o nosso negócio nos próximos 10 anos mais do que o fez nos últimos 100”.

A partir das 00h00 desta noite e durante o dia de amanhã celebra-se o Dia das Compras na Net. Neste dia estão previstos descontos e promoções, promovidas pela ACEPI. Está garantida a adesão de mais de 170 empresas a esta iniciativa. Este dia começou a celebrar-se desde 2010 e tem como objetivo dinamizar a utilização da internet como meio para fazer compras. A iniciativa pretende auxiliar as empresas a vender mais online e ajudar o consumidor a beneficiar de uma maior oferta, relativamente ao que encontra nas lojas físicas.

Em Portugal só 39% das empresas estão presentes online. As grandes empresas têm uma presença de 97%, mas PME, com 63%, e principalmente das microempresas, das quais só 32% é que estão presentes online.

Os estudos indicam que a maioria das compras dos portugueses são feitas em páginas estrangeiras, sendo a China o país que mais se destaca, com 56%, seguida do Reino-Unido, com 40%. Acompanhando aquilo que Paulo Melo vaticina relativamente ao setor têxtil, os artigos de vestuário são o que os portugueses mais compram online. De forma que para alguns pode parecer inesperada, entre os artigos que os portugueses mais compram online, surgem ainda os livros em papel.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?