ENFERMEIROS DENUNCIAM CAOS NAS URGÊNCIAS DO HOSPITAL

Enfermeiros do Hospital da Senhora da Oliveira estão a denunciar o caos nas urgências. Os enfermeiros denunciam que a falta de capacidade de resposta, em termos materiais e humanos, para atender os doentes, no momento em que a gripe atinge o seu pico. Segundo os enfermeiros a receção das urgências está a ser usadas para colocar macas, nos momentos de maior procura.

Fotografias, tiradas por enfermeiros do hospital, mostram várias macas aglomeradas numa zona de receção e triagem. Segundo os enfermeiros, as imagens, tiradas com telemóveis, foram colhidas durante o período de ano novo.

A direção do Hospital de Guimarães disse ter “dificuldade em identificar o local das imagens” e que não é “possível constatar, de forma fiável, o local em causa”. A mesma fonte sublinha, contudo, que “presume-se que seja uma sala de espera (triagem) médica do Serviço de Urgência”. Adianta ainda, a direção do Hospital, que não é possível determinar em que data foram tiradas as fotografias. “Naturalmente os doentes que entram na urgência vêm, a maior parte, em macas e têm de ser observados nas mesmas, até serem encaminhados para observações, internamento ou alta. Nessas imagens, além dos doentes, é possível ver vários profissionais e acompanhantes de doentes, o que faz parecer que o aglomerado de pessoas é grande”, lê-se no comunicado que o Hospital de Guimarães emitiu.

Neste comunicado a direção do Hospital “nega categoricamente” qualquer tipo de “caos nas urgências ou macas nas receções”. O Hospital reconhece um ligeiro aumento da procura que cifra em cerca de 7%, relativamente ao ano anterior, na mesma época. “Além das 484 camas no Hospital, contratamos 77 camas no exterior. Nunca tivemos tantas camas disponíveis como este ano”, e acrescenta que, “aumentamos o número de médicos e deslocamos enfermeiros e assistentes operacionais para o Serviço de Urgências”. Durante o dia de hoje, segundo fonte oficial do Hospital, “a afluência às urgências é normal e os tempos de espera estão de acordo com o sistema de triagem de Manchester”.

A Ordem dos enfermeiros, na sequência da denúncia dos enfermeiros do Hospital de Faro, instigou os enfermeiros e denunciarem estas situações. Segundo a OE, há já denúncias de, Penafiel, Braga, Guimarães, Vila Nova de Gaia, Porto e Leiria.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?