“ENORME VONTADE DE FAZER UMA GRANDE PONTA FINAL” – PEDRO MARTINS

O técnico da formação da cidade-berço sublinhou hoje que o plantel se encontra bem, quer a nível “físico, quer “mental”, e “ansioso” por voltar à competição e obter bons resultados nos dois meses que restam do campeonato, a começar já pelo encontro de sexta-feira, na Madeira, frente ao Nacional, da 27.ª jornada da Primeira Liga.

O líder da principal equipa vitoriana confia que a equipa vai apresentar-se a bom nível nas oito finais por disputar até ao término da Primeira Liga, afirmando que o grupo está “imbuído de um bom espírito” e preparado para os jogos “difíceis” e “complicados que há pela frente, estando, neste momento, com desejo regressar o quanto antes à competição, após a paragem.

“Está toda a gente muito bem. Com exceção dos castigados, está toda a gente disponível, bem a todos os níveis. Toda a gente está com enorme vontade de participar, de fazer uma grande ponta final. Sinto o grupo algo ansioso, porque quer rapidamente voltar a jogar e a competir. Está com enorme vontade de participar nas finais”, afirmou o timoneiro, na conferência de imprensa referente ao jogo com o Nacional, marcado para as 21h00 de sexta-feira, 31.

Pedro Martins acrescentou que, além de Moreno e Tozé, com um jogo de suspensão ainda por cumprir após os acontecimentos do empate a três golos com o Estoril-Praia, também Hurtado dificilmente será opção, já que, nesta madrugada, jogou a segunda parte pela seleção do Perú, no confronto com o Uruguai, referente à fase de apuramento para o Mundial de 2018, na Rússia.

“O Hurtado, em princípio, vai ser difícil. Há a questão do fuso horário e o jogo é muito próximo. Há aqui algum critério na gestão do plantel”, disse o treinador, adiantando que Miguel Silva regressa na quinta-feira do trabalho com a seleção portuguesa sub-21 e pode ser opção.

O treinador da equipa da cidade-berço afirmou também que a mudança no comando técnico do adversário, com a entrada de João de Deus para o lugar de Predrag Jokanovic, vai trazer alguma incerteza na forma como o jogo vai decorrer, pois o “onze” pode ser diferente do habitual, se bem que, a seu ver, algumas “coisas não se vão alterar”, pelo “pouco tempo de trabalho do novo técnico”.

 

Técnico elogia procura dos vitorianos para Chaves

Pedro Martins alertou que a equipa “não deve” entrar em campo a pensar no jogo com o Desportivo de Chaves, das meias-finais da Taça de Portugal, agendado para terça-feira, 04 de abril, que vai decidir a passagem à final do Jamor, mas valorizou o interesse dos vitorianos em assistir ao jogo, após a remessa de quase dois mil bilhetes enviada pelos flavienses para Guimarães ter esgotado em hora e meia, na manhã de quinta-feira, 23.

“É a demonstração do que tem sido esta época. A massa associativa acredita no nosso trabalho, porque temos dado respostas positivas. É a demonstração da grande força que existe no Vitória e no seu seio”, salientou.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?