FEIRA AFONSINA PROMETE “MUITA ANIMAÇÃO”

A sétima edição, que se realiza de 22 a 25, abre um espaço novo e recria quatro momentos históricos.

A Câmara Municipal apresentou a sétima edição da Feira Afonsina, em Conferência de Imprensa, hoje, nas arcadas do Antigo Paços do Concelho, no espaço público situado entre o largo da Oliveira e a praça de S. Tiago. Este ano, o evento, que decorrerá de 22 a 25, tem como tema principal o episódio do Batismo de D. Afonso Henriques.

A “Praça dos aldrabistas”, no renovado largo dos Donães, e a recriação de quatro momentos históricos – “O Batismo”, “O Torneio”, “A Ceia” e “O Baile” – são as principais novidades. Todas as atividades da feira são abertas ao público, com a exceção da “Ceia”, e prometem “muita animação”, segunda Isabel Pinho da organização.

Na senda das edições anteriores, o Município de Guimarães pretende proporcionar a todos os visitantes uma experiência inesquecível no tempo, através da construção de espaços temáticos que caracterizarão os quatro dias do evento, tendo Guimarães como palco privilegiado para a realização da Feira Afonsina.

Sofia Ferreira, do Turismo do Porto e Norte de Portugal, destacou a Feira Afonsina como um dos principais eventos de recriação histórica de Portugal, que tem vindo a crescer todos os anos. “Temos [hoje] melhor qualidade turística, melhor qualidade na restauração e melhores espaços. Temos a capacidade de despertar em quem nos visita a vontade de regressar”, sublinhou Sofia Ferreira, garantindo que as metas do turismo vimaranense alcançaram em 2016 estavam “apenas” previstas para 2020, e 2017 será “melhor” que o ano transato.

O vereador da cultura, José Bastos, admitiu que não pretende que a Feira Afonsina “seja a maior, mas a mais relevante” do país. “Este é um dos principais eventos culturais de Guimarães e da região”, que se traduz num “forte contributo para a economia local e notoriedade para a cidade”, afirmou o vereador.

A recriação histórica contou com um investimento de 200 mil euros da autarquia, dos quais vão ter um retorno direto de 50 mil euros, através de aluguer de espaços ou da venda de porcelanas, e um retorno indireto que “ultrapassará o valor do investimento”. Na Feira Afonsina vão estar presentes cerca de 200 voluntários vimaranenses, colocando os cidadãos de forma “ativa” no certame.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?