FIO VIMARANENSE BRILHA EM PARIS

A Première Vision é um dos mais importantes certames internacionais do sector. Durante três dias, duas vezes por ano, reúnem-se em Paris os maiores fabricantes mundiais das diversas áreas que fornecem a industria da moda: fios, tecidos, peles, acessórios, design e fabrico.

.

A SMBM começou em 2001 como trader na indústria de fios, A PARTIR DE Moreira de Cónegos. Em 2006, a SMBM anunciou a aquisição da Fifitex, fabricantes de fios, com 50 anos de experiência e conhecimento na indústria de fios. Esta aquisição conferiu à SMBM a possibilidade de evoluir de forma natural da comercialização de fios para o seu fabrico. A Fifitex esteve, este ano, pela primeira vez na Première Vision (PV). A mostra internacional não podia correr melhor; a marca viu cinco dos seus fios seleccionados para o Fórum da Première Vision.

Com a aquisição da Fifitex, a SMBM aliou ao desempenho comercial, que foi adquirindo desde o seu nascimento, uma capacidade industrial. Isto permitiu criar “uma estratégia de crescimento, sem as condicionantes de não dominar o processo a montante, que passam pela I&D de novos produtos e novos processos de fabrico”, afirma o director de operações,  Cristiano Ferreira. A empresa trabalha com as matérias primas mais vulgares como o algodão, o poliéster, a viscose e o tencel, mas também com as matérias-primas mais nobres como a cachemira, o mohair, a seda, o angorá…

Depois de anos a desenvolver os produtos para o mercado nacional, actualmente as atenções da empresa estão voltadas para o mercado internacional. “Estamos em processo de implementação de diversas ações de reorganização estratégica para que possamos ter uma capacidade de resposta às exigências do mercado internacional, com qualidade e com produtos diferenciadores”, afirma Cristiano Ferreira.

É difícil prever as tendências para cada estação. “Todos os anos é uma batalha para tentar obter o mais preciso estudo da tendência”, afirma o director de operações da SMBM. Os fios escolhidos para serem avaliados pelo júri da PV foram produto deste esforço. “Cada um dos fios que apresentamos foi criado tendo por base as tendências de inspiração que melhor ligam e enquadram a cor, a textura e o sentimento associada a cada um deles”, explica Cristiano Ferreira.

Para o director de operações da SMBM  a presença nestes certames internacionais é o “caminho a seguir”. A empresa já assegurou a presença na próxima edição da PV, em fevereiro de 2018. Para Cristiano Ferreira “quando uma empresa toma a decisão de apostar numa estratégia de internacionalização é fundamental escolher os parceiros certos para ser acompanhada na implementação de uma estratégia segura e sustentada”. A participação da SMBM na PV é uma ação do From Portugal 2017, uma iniciativa promovida pela Selectiva Moda e pela ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que visa promover a internacionalização das empresas portuguesas da área da Moda. O projeto From Portugal 2017 é co-financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020. Ao abrigo do mesmo programa esteve também na PV a Filasa.

A Fifitex assume-se como “mais do que uma simples marca de fios”, é uma empresa que procura oferecer soluções ideais aos seus clientes. “Não nos limitamos a reagir às necessidades do mercado, somos pró-activos na procura de novos produtos e soluções”.

A Fifitex tem uma parceria com a designer de moda Susana Bettencourt. Cristiano Ferreira considera que as criações da estilista, criações coloridas e confecionadas à mão, estão completamente alinhadas com o ADN da marca.

A SMBM tem cerca de 100 funcionários e um volume de facturação anual que oscila entre os quatro e os cinco milhões de euros.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?