FLÁVIA RIBEIRO REPETE PRÉMIO DE ATLETA DO ANO NA GALA DO DESPORTO

A karateca do Centro Social de Brito arrecadou o prémio de atleta feminina do ano pela segunda vez consecutiva, na Gala do Desporto, que decorreu neste sábado à noite, no Pavilhão Multiusos, ao passo que Ulisses Dias, do jiu-jitsu do Vitória, foi pela primeira vez atleta do ano masculino. Maria Andrade e Marcelo Pereira, do atletismo, foram as jovens revelações.

Flávia Ribeiro recebeu o galardão pelo segundo ano consecutivo, depois de se ter sagrado vice-campeã europeia, em fevereiro, em Sófia, na Bulgária, e ainda bicampeã nacional de seniores e campeã de sub-21, em março, em Carnaxide.

A atleta, que deseja apurar-se para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, no Japão, superou a concorrência de Francisca Jorge, vencedora de 2015, que, desde o final do ano transato, foi campeã nacional sub-18, conquistou os primeiros pontos WTA e representou Portugal na Fed Cup, e de Susana Gonçalves, capitã e melhor marcadora da equipa de futsal G-Team, que disputou a Taça Nacional de juniores, tendo sido contemplada com uma bolsa de 2.500 euros pela Câmara Municipal.

Já Ulisses Dias, depois de ter sido finalista em 2016, arrecadou pela primeira vez o prémio, depois de uma época em que se sagrou campeão nacional, vice-campeão europeu e alcançou a medalha de bronze no Mundial Profissional de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Premiado igualmente com uma bolsa de 2.500 euros, que servirá para a “aquisição de mais material para a secção de jiu-jitsu do Vitória”, o atleta recolheu mais votos do que o também vitoriano Pedro Fernandes, da natação, modalidade em que conquistou dois títulos nacionais, e Filipe Pinheiro, do GRUFC, jogador que capitaneou a equipa campeã da 2.ª Divisão Nacional, na época recém-terminada.

Já os prémios Jovem Revelação couberam ambos ao atletismo. Maria Andrade, atleta de 13 anos, da JUNI, campeã nacional de salto em comprimento no seu escalão, superou a também atleta Mónica Silva, do Unidos do Cano, e a judoca Mariana Almeida, da ARCAP, tendo arrecadado uma bolsa de formação de dois mil euros.

Na categoria masculina, Marcelo Pereira, do Núcleo da Atletismo das Taipas (NAT), venceu o prémio, após, em 2017, já se ter sagrado campeão nacional juvenil nos 800 e nos 1.500 metros, tanto em pista coberta como ao ar livre. O atleta, contemplado com uma bolsa do mesmo valor, superou o saltador do Clube de Rope Skipping das Taipas, David Silva, e o guarda-redes de andebol, Francisco Oliveira, do CCR Fermentões.

A oitava edição da Gala do Desporto entregou ainda o Prémio Homenagem ao mestre de karaté, António Silva, o Prémio Carreira ao antigo voleibolista do Vitória, Allan Cocato, o Prémio Desporto Adaptado ao judoca Carlos Diogo, da Cercigui, e ainda o Grande Prémio do Júri a Nélson Silva, atleta da Cercigui campeão em várias modalidades, e aos adeptos do Vitória.

No final, todos os campeões de todas as modalidades, individuais ou coletivas, na época 2016/17, subiram ao palco para receberem o prémio de Mérito Desportivo.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?