HOSPITAL É DOS MAIS PROCURADOS PARA CONSULTAS

Ao nível nacional, Guimarães está entre os primeiros com mais pedidos de consultas que são provenientes de centros de saúde fora da sua rede de referenciação (15%).

O Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães é dos mais procurados para consultas por cidadãos que não são da sua rede de referenciação. Os números foram apurados recentemente pela Administração Central dos Sistemas de Saúde (ACSS) relativos ao período de 01 de junho de 2016 a 30 de julho de 2017. Com efeito, 15% dos pedidos de consultas são provenientes de centros de saúde que não têm o Hospital de Guimarães como referência. Em quase todas as especialidades médicas, os pedidos para consultas em Guimarães estão acima da média nacional, que ronda os 10,5%. Dentro do seu grupo, onde estão instituições do SNS com dimensão semelhante, o Hospital de Guimarães é mesmo o mais procurado e com mais pedidos de fora da sua área em 16 especialidades. Destacam-se os pedidos para consultas de Anestesiologia, Cardiologia e Neurologia.

Refira-se que a rede de referenciação do Hospital é a que está adstrita aos centros de saúde que compõem o ACES do Alto Ave que abarca os concelhos de Guimarães, Vizela, Fafe, Cabeceiras de Basto e Mondim de Basto.

O apuramento destes números foi realizado a propósito do Livre Acesso e Circulação (LAC) no SNS que, implementado em maio de 2016, permitiu aos cidadãos escolher, em conjunto com o médico de família responsável pela referenciação, qualquer uma das unidades hospitalares do SNS onde exista a consulta de especialidade de que necessita. A referenciação é efetuada de acordo com o interesse do cidadão, segundo critérios de proximidade geográfica e considerando os tempos médios de resposta, acessíveis através do Portal do SNS. O LAC contribui para a implementação progressiva do Sistema Integrado de Gestão do Acesso no SNS (SIGA SNS), sendo uma das prioridades definida para a Saúde no Programa do Governo.

Segundo nota do Hospital, esta “realidade coloca novos desafios na prestação de cuidados de saúde e demonstra o reconhecimento dos cidadãos pela qualidade assistencial do Hospital. Para dar resposta a este aumento de procura, assim como para implementar aos seus vários projetos de desenvolvimento, o Hospital tem vindo a trabalhar no sentido de melhorar as suas condições. Nomeadamente no investimento em equipamentos de meios de diagnóstico, no investimento na melhoria das suas infra-estruturas, na reorganização interna de vários segmentos baseada em padrões de qualidade internacionais, na contratação de recursos humanos e na aposta contínua na formação, investigação e inovação”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?