INEM NÃO VAI ENCERRAR QUALQUER MEIO DE EMERGÊNCIA

Em comunicado, o INEM assegura a operacionalidade dos turnos das ambulâncias no período noturno.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) emitiu esta sexta-feira um comunicado para esclarecer o possível fim do serviço de Ambulâncias de Emergência Médica (AEM) durante o horário noturno e informa que “não se verificará o encerramento de qualquer meio de emergência do Instituto”.

A entidade veio a público lamentar que o plano de reorganização do horário de funcionamento de AEM “tenha sido colocado em discussão pública em fase anterior à sua conclusão efetiva”.

“O plano de ajustamento de horários noturnos das Ambulâncias do INEM que tem vindo a ser analisado tem como objetivo aumentar a eficácia na gestão da emergência médica pré-hospitalar, responsabilidade do INEM”, pode ler-se no comunicado, acrescentando que “tratou-se sempre de equacionar medidas temporárias que permitissem racionalizar a complementaridade existente entre as ambulâncias do INEM e dos seus parceiros – sobretudo Corporações de Bombeiros mas também delegações da Cruz Vermelha Portuguesa – no Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM), entidades com as quais o INEM tem estabelecidos protocolos de colaboração e de entreajuda e que constituem um recurso valioso na prestação de cuidados de emergência médica à população, assegurando atualmente a maior parte da resposta do SIEM”.

Na mesma fonte pode ler-se ainda que “os reajustamentos equacionados inicialmente seriam apenas aplicados a 15 das 56 AEM do INEM, meios de emergência tripulados por Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar (TEPH), e em locais onde a resposta a situações de emergência médica pré-hospitalar seria garantida, de forma eficiente, pelos parceiros do INEM. Aliás, os parceiros do INEM, designadamente as Corporações de Bombeiros e as delegações da CVP, asseguram já, com elevada qualidade e competência, mais de 80% dos serviços de emergência médica em todo o território de Portugal Continental”.

Na sequência de uma reunião realizada, na quinta-feira, no Ministério da Saúde com o Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar (STEPH), o STEPH comprometeu-se a “promover as disponibilidades dos profissionais TEPH do INEM para assegurar a operacionalidade dos turnos das AEM no período noturno, disponibilidades estas que o INEM tinha vindo a deixar de receber e que motivaram de igual modo, a necessidade de elaboração do plano de reajustamento dos horários das AEM”, lê-se.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?