MINISTRO DA CIÊNCIA E ENSINO SUPERIOR LANÇA AMANHÃ O THE DISCOVERIES CENTRE EM GUIMARÃES

Iniciou-se recentemente o projeto aprovado pela Comissão Europeia (CE), no âmbito do programa TEAMING do Horizonte 2020, que obteve um relevante financiamento para a criação de um novo grande centro de investigação de excelência que terá sede em Portugal, o The Discoveries Centre for Regenerative and Precision Medicine. O projeto teve início oficial a 1 de Abril e será lançado publicamente numa sessão a decorrer no Avepark, Taipas, Guimarães, pelas 10h30 do próximo dia 23 de Maio de 2017 e contará com a presença do Sr. Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, altos representantes da CE (DG Research & Innovation e Research Executive Agency), Reitores e outros responsáveis das entidades envolvidas no projeto, decisores políticos e entidades financiadoras.

Trata-se de uma iniciativa com o objetivo de criar em Portugal um novo centro Europeu de investigação de excelência, multicampi, na área de Medicina Regenerativa e de Precisão (The Discoveries Centre). O The Discoveries Centre pretende focar-se em investigação multidisciplinar que será traduzida em métodos inovadores para serem aplicados na prevenção e tratamento de doenças Músculo-esqueléticas, Neuro-degenerativas e Cardiovasculares, com uma abordagem personalizada para cada paciente. Este novo centro resulta de uma parceria, um processo de TEAMING, entre cinco Universidades Portuguesas (Universidade do Minho – Coordenadora, Universidade do Porto, Universidade de Aveiro, Universidade de Lisboa e Universidade Nova de Lisboa) e uma Universidade líder Mundial em Ciências e Tecnologias da Saúde, a University College London (UCL), do Reino Unido. Todas estas Universidades reúnem uma forte e reconhecida atividade nesta área de investigação. O projeto conta com um financiamento de 15 Milhões de Euros da CE, e deverá contar com apoio adicional da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), e das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regionais (CCDRs) do Norte, Centro e Lisboa e Vale do Tejo.

A seleção deste centro para financiamento pela Comissão Europeia resultou de um processo de candidaturas altamente competitivo. Foram apresentadas a este concurso TEAMING 170 candidaturas com origem nos mais diversos Países da Europa, tendo numa primeira fase sido selecionadas 31 candidaturas para uma segunda fase de candidatura. Destas, e após cerca de 3 anos de trabalho nas candidaturas, apenas 10 foram selecionadas para serem financiadas por Bruxelas. O The Discoveries Centre for Regenerative and Precision Medicine é o único centro com sede em Portugal que foi selecionado pelos avaliadores independentes nomeados pela Comissão Europeia, que investirá um total de 150 Milhões de Euros na criação destes centros. A Comissão Europeia reconhece assim a ambição do projeto e a excelência e qualidade do consórcio e dos objetivos propostos em sede de candidatura e permitirá, nos próximos 7 anos, a constituição de um dos maiores e produtivos centros de investigação baseados em Portugal, que terá certamente um efeito estruturante para a ciência Portuguesa, podendo dar origem muito rapidamente ao maior e mais produtivo centro de investigação baseado em Portugal. Deverá também ter condições únicas para atrair talento científico internacional.

O novo centro de excelência a criar terá sede no Minho (AvePark) e campi no Porto, Aveiro, Lisboa e um campi de suporte no centro de Londres.  A sede do novo centro será instalada num novo edifício (a construir) da Universidade do Minho, que faz parte das candidaturas aprovadas no âmbito do Roteiro Nacional de Infraestruturas Cientificas de Interesse Estratégico, que corresponderá a um financiamento de 10.8 Milhões de Euros. Esse edifício será ligado ao atual edifício do grupo 3B´s da UMinho fazendo parte de uma infraestrutura totalmente baseada na UMinho, denominada TERM Research Hub que será das melhores da Europa nesta área cientifica. O novo centro terá também acesso, em condições a protocolar com as diferentes Universidades, aos edifícios e equipamentos das entidades fundadoras que se encontram disponíveis em todos os seus Campi, criando condições únicas para a sua atividade cientifica.

A criação do centro envolve alguns dos melhores centros e institutos de investigação Portugueses, todos classificados como Excelentes ou Excecionais pela FCT, sendo dos mais produtivos e reconhecidos do panorama cientifico português, reunindo numa única iniciativa um conjunto de centros e cientistas de excelência que seria muito difícil reunir em qualquer outra área científica em Portugal. A proposta é coordenada cientificamente por Rui L. Reis, Vice-Reitor da Universidade do Minho e Diretor do Grupo de Investigação 3B´s da UMinho.

Com uma forte visão translacional, de proteção de propriedade intelectual, de empreendedorismo e comercialização, o novo centro de excelência irá contribuir para o aumento da competitividade do setor da biomedicina e medicina regenerativa, e irá estimular, de forma geral, o emprego científico altamente qualificado e o crescimento económico a vários níveis.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?