NORTE APRESENTA MAIOR AUMENTO HOMÓLOGO DAS RECEITAS HOTELEIRAS EM JUNHO

A região Norte apresentou, em junho, receitas de 32,67 milhões de euros e cresceu cerca de 25%, mais do que todas as outras regiões da NUTS II, apesar do terceiro menor aumento quer a nível de dormidas, quer a nível de hóspedes.

Norte cotou-se como a região do país, entre as sete contempladas na NUTS II (Unidades Territoriais para Fins Estatísticos), cuja receita gerada com os serviços prestados pelos vários tipos de estabelecimentos hoteleiros mais subiu, após chegar aos 25% de aumento, com o valor de 26,12 milhões de euros angariado em junho de 2016 a converter-se em 32,67 milhões neste ano, indicam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), publicados esta segunda-feira.

Mesmo com o crescimento quase inexistente entre maio e junho – melhoria de cerca de 280 mil euros, correspondente a uma variação de 0,9% – a subida homóloga ficou logo acima dos verificados na Região Autónoma dos Açores (24,9%), no Centro (24,1%), na Área Metropolitana de Lisboa (23,5%) e Alentejo (20,5%), tendo igualmente superado o crescimento nacional (20,3%), e permitiu à região que incorpora 86 dos concelhos do país cimentar o seu estatuto como terceira região que mais dinheiro arrecada na hotelaria, atrás do Algarve, que, em junho, liderou com 91,36 milhões, e da Área Metropolitana de Lisboa (77,55 milhões).

Saiba mais na edição impressa do Mais Guimarães desta terça-feira.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?