O CIRCO DO NATAL VAI CHEGAR A GUIMARÃES

A magia da quadra natalícia vai ser uma realidade no centro da cidade. A Câmara Municipal de Guimarães (CMG) e a Associação Comercial e Industrial de Guimarães (ACIG) estão a trabalhar em conjunto para criar animação nas ruas da cidade para dinamizar o comércio local.

Ao longo da época natalícia, a Alameda de São Dâmaso, também conhecida por Bosque Urbano de Guimarães, será palco de diversas atividades no âmbito do Natal. Circo, bancas com produtos da época, figurantes, muita animação de vários géneros e feitios, são algumas das atrações que os vimaranenses poderão presenciar ao longo de uma atividade que será reconhecida pela “Aldeia de Natal”.

A proposta surgiu de um comerciante e foi apresentada à ACIG. A Aldeia de Natal prepara-se para receber dez a 12 espaços com produtos relacionados com a época. A Câmara Municipal designou a Associação vimaranense para escolher os produtos que estarão expostos. “Os produtos não podem entrar em conflito com os produtos expostos pelos comerciantes vimaranenses. Caso não surjam comerciantes com os produtos escolhidos, teremos que procurar fora do concelho de Guimarães”, explicou Manuel Martins, presidente da ACIG.

Os figurantes que percorrerão o Centro Histórico e o Circo servirão de “chamariz” para os mais novos e conduzirão os pais à Aldeia de Natal. Manuel Martins sublinha que “só é possível” a criação da Aldeia de Natal graças à colaboração da autarquia e que existe “consonância” entre as duas instituições para que a iniciativa seja repetida nos próximos anos, para que as pessoas da cidade-berço e dos concelhos vizinhos “se habituem ao Natal em Guimarães”.

O objetivo do evento passa por dinamizar o comércio local, que segundo o presidente da ACIG, tem vivido uma “situação de dificuldade”. “O turismo tem vindo a crescer de forma visível, podendo dar a sensação que o comércio está saudável. A restauração e as lojas de lembranças e de turismo têm saído beneficiadas, mas o restante não. Esta atração de rua é muito importante”, sublinhou.

Ainda sem resposta do Município, a ACIG apresentará a referida proposta que também consagra um espaço com animação para as crianças. Na sua globalidade, o projeto em causa orça cerca de 50 mil euros.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?