PEDRO MARTINS E MORENO NA ANTEVISÃO À FINAL DA TAÇA

O treinador do Vitória e o jogador Moreno compareceram na conferência de imprensa após o treino de adaptação ao relvado. Ambos concordam que é fundamental um “excelente controlo emocional” para levar a Taça para Guimarães.

Pedro Martins e Moreno estiveram na conferência depois do treino de adaptação ao relvado do Jamor

“Temos que ter entrega, paixão e alma. Vamos jogar com o vencedor do campeonato, acima de tudo controlo emocional. O menor erro pode ser prejudicial e temos que ter um excelente controlo emocional”, avançou Pedro Martins, reforçando as palavras de Moreno, que já tinha enunciado o “controlo emociona” como a pedra de toque para vencer o Benfica.

Pedro Martins e Moreno não se cansaram de elogiar os adeptos

Pedro Martins não se cansou de mencionar os adeptos, “que estiveram sempre connosco”. “Ainda bem que conseguimos estar numa final, que não tivemos medo de assumir esse compromisso”, disse Pedro Martins, considerando que este grupo trabalho que esta equipa fez “elevou a fasquia” das ambições do Vitória para outro patamar.

“2013 é um marco histórico” mas não fez parte da palestra de Pedro Martins 

Pedro Martins não se cansou de mencionar os adeptos, “que estiveram sempre connosco”. “Ainda bem que conseguimos estar numa final, que não tivemos medo de assumir esse compromisso”, disse Pedro Martins, considerando que este grupo trabalho que esta equipa fez “elevou a fasquia” das ambições do Vitória para outro patamar.

A Taça decorada com as cores dos dois finalistas

Para o treinador vitoriano a final de 2013 é um marco na história de clube, mas salienta que “este é um grupo completamente diferente”. Relativamente a favoritismos, Pedro Martins recusa-se a assumir o favoritismo das águias. Para o treinador do Vitória SC este jogo nada tem a ver com o de à 15 dias atrás. “Agora vamos estar perante o nosso público e isso faz toda a diferença em relação à Luz”, disse o treinador.

Pedro Martins está tranquilo relativamente ao vídeo-árbitro

Relativamente à estreia do vídeo-árbitro nesta final, Pedro Martins afirmou que, “João Ferreira (vice-presidente do Conselho de Arbitragem) teve o cuidado de nos apresentar o projeto e de responder a todas as nossas questões. Estou perfeitamente à vontade. O Hugo Miguel é um bom árbitro e teremos dois internacionais a avaliar as imagens. Estou certo que vão estar em campo três boas equipas.”

“O Vitória está na sua máxima força”, Pedro Martins

O treinador do Vitória afirmou que a equipa “está na sua máxima força” e descansou os adeptos relativamente à condição física de Pedro Henrique, assegurando que o central está apto para jogar.

O capitão Moreno fez menção à difícil campanha que o Vitória teve que enfrentar para chegar ao Jamor. “Jogamos quase sempre fora do D. Afonso Henriques”, dizia o jogador sentado ao lado da Taça, já enfeitada com as cores dos dois clubes finalistas.

Para Moreno “não é preciso transmitir grande coisa (aos jogadores) num jogo desta dimensão. É preciso saber disfrutar ao máximo e chegar à hora do jogo e ganhar. Isto toca, não preciso de passar para os meus colegas, porque eles sabem. Há profissionais que acabam a carreira sem ter esta oportunidade. Disseram-nos que ia estar muita gente, nunca imaginamos que seriam tantos. Temos a obrigação, por eles, de levar as Taça para Guimarães”, disse Moreno.

A final da 77ª Taça de Portugal joga-se no Estádio Nacional, no Jamor, pelas 17h15, no domingo, entre Vitória SC e SL Benfica, será apitada por Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa e será o primeiro jogo oficial com vídeo-árbitro em Portugal.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?