Plataforma de inovação da UMinho cria polo no Brasil

A plataforma de inovação Fibrenamics, da Universidade do Minho (UMinho), vai ter um polo no Brasil, acentuando a sua internacionalização. A valência fica sediada na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Apucarana, no sul do país.

A Fibrenamics Brazil inicia atividade a 16 de março, num roadshow virtual sobre fibras naturais e as suas aplicações, mostrando os 10 anos do projeto em Portugal, com 25 milhões de euros captados em I&D e 300 entidades parceiras.

“Temos delineada a expansão e internacionalização da Fibrenamics para os próximos anos e percebemos que os nossos serviços se adaptariam com relativa facilidade à indústria brasileira”, afirma o diretor executivo da Fibrenamics, Fernando Cunha. Após um polo criado há cinco anos em São Miguel, nos Açores, surge agora o hub brasileiro. O acordo com a UTFPR está a ser ultimado e visa estimular a pesquisa científica e inovação tecnológica em setores como o têxtil, a arquitetura ou saúde no estado do Paraná, transferindo o know-how gerado na UMinho e na UTFPR. 

O coordenador local é Aloysio Gomes, professor e diretor de relações empresariais e comunitárias da UTFPR. “O Brasil é um dos mercados com maior potencial de crescimento, mas ainda precisa de dar o salto. A partilha de experiência e conhecimento da Fibrenamics com investigadores e gestores brasileiros será com toda a certeza muito frutífera”, refere.

A Fibrenamics é uma plataforma multidisciplinar da UMinho para o “mundo das fibras”, com destaque nos setores de arquitetura, construção, desporto, medicina, proteção, transportes e têxteis-lar. Foi finalista dos Prémios Regiostars 2020 e a Comissão Europeia destacou-a também pelas boas práticas na cooperação academia-indústria. 

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?