SANEAMENTO TRANSBORDA PARA AFLUENTE DO RIO AVE

Foto: Delfim Machado / JN

A chuva trouxe, de forma inesperada, problemas com um coletor de saneamento nas Caldas das Taipas. Na terça-feira, 29 de agosto, o transbordo de um coletor fez com que os esgotos fossem parar à Ribeira da Agrela, um dos principais afluentes do rio Ave, que banha a vila.

Constantino Veiga, presidente da Junta de Freguesia, foi alertado pelos locais e foi o próprio a contactar as autoridades. Durante a manhã desta quarta-feira, Constantino esteve novamente no local e explica ao Mais Guimarães que encontrou “uma tampa de saneamento a transbordar”. O presidente da Junta mostra-se indignado com o sucedido, uma vez que, diz, estar “há muitos anos a fazer a recuperação daquela zona balnear, e receber agora uma prenda destas, não é nada agradável”. Constantino considera este problema ainda mais grave, por acontecer numa altura em que a Câmara Municipal de Guimarães está “em plena campanha para a Cidade Verde Europeia 2020”.

No que toca a responsabilidades, Constantino atira-as para a Vimágua, que, no seu entender, deve de uma vez por todas ser responsabilizada e castigada pelas autoridades: “eu até acredito que haja águas fluviais a entrar no saneamento, e que faça uma pressão elevada, levantando as tampas, mas não acredito que a Vimágua tenha feito o trabalho de uma forma competente. Peço que se demitam e que deixem as pessoas competentes fazer o seu trabalho”, concluiu.

Aquela margem do rio está, nos dias que correm, em fase de intervenção, com o recurso a técnicas de engenharia natural. Para Constantino Veiga, este problema não compromete o projeto, mas é “altamente desagradável para as centenas de pessoas que por ali passam, especialmente nesta altura, ainda em época balnear”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?