TAÇA DE PORTUGAL. VITÓRIA ENFRENTA ESTE DOMINGO O FEIRENSE

O Vitória joga este domingo uma cartada muito importante na época, ao receber o Feirense, para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

A equipa de Pedro Martins procura inverter o ciclo negativo, depois de duas derrotas caseiras contra o Benfica (1-3) e a Oliveirense (1-4).

Vencedor do jogo vai desempatar histórico de confrontos

A viagem da Feira a Guimarães é curta e faz-se rápido, mas na história da Taça de Portugal esta é apenas a terceira vez que Vitória e Feirense se encontram, a segunda na Cidade Berço. No próximo domingo, 19, um dos emblemas do norte do país vai ganhar vantagem, isto porque, até ao momento, há um empate no número de vitórias nos confrontos nesta competição. A 27 de março de 1991, o Feirense recebeu o Vitória no Estádio Marcolino de Castro, num jogo a contar para os oitavos de final da competição. Apesar dos grandes craques que vestiam “a branquinha”, como Jesus, Cerqueira, N’Dinga, Chiquinho Carlos e Ziad, equipa da Feira venceu por 1-0, e seguiu para os quartos. Esta foi a sua melhor participação de sempre na Taça de Portugal, tendo chegado à meia final, onde foi necessário jogar um segundo jogo, nas Antas. Aí o Porto acabou por ser mais forte e seguiu para o Jamor.

Já no novo milénio, a 18 de outubro de 2009, o Vitória recebeu o Feirense no D. Afonso Henriques, numa altura em que os Fugaceiros disputavam a Segunda Liga. Logo no início do jogo, Yves Desmarets marcou para o Vitória, mas um auto-golo de Alex (atual treinador dos juniores vitorianos) empatou o marcador. Até final, o avançado Douglas Oliveira e o “rato atómico” Nuno Assis fizeram o gosto ao pé e resolveram o apuramento para a 4.ª eliminatória. No jogo seguinte o Vitória ainda venceu no Estádio da Luz, por 0-1, com um golo de Gustavo Lazzaretti aos 25 minutos, de cabeça, num canto. Contudo, nos oitavos de final, no Estádio dos Arcos, em Vila do Conde, o Vitória seria eliminado pelo Rio Ave na conversão de grandes penalidades, depois de um empate a duas bolas no tempo regulamentar. O Vitória recuperou duas vezes de desvantagens, por intermédio de Desmarets e Targino (este já perto do fim), mas viria a perder por 4-2 nos penáltis.

Uma coisa é certa, entre Conquistadores e Fogaceiros, quem vencer no domingo, às 20h15, vai ganhar vantagem neste confronto direto para a Taça.

O jogo disputa-se no Estádio D. Afonso Henriques, a partir das 20h15.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?