TUN’OBEBES, TUNA FEMININA VENCE DOIS FESTIVAIS EM 15 DIAS

No espaço de quinze dias, a Tun’Obebes – Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Minho marcou presença em dois Festivais de Tunas Femininas, em Bragança e Barcelos.

O primeiro festival, o XII Capote, foi organizado pela Tôna Tuna – Tuna Feminina Universitária de Bragança e encheu o palco de Teatro Municipal de Bragança com muita animação, espírito tunae e música de tunas de quatro pontos distintos do país: Évora, Lisboa e Covilhã.

Após 15 dias de regressar de Bragança, a Tun’Obebes rumou até Barcelos para participar na XI edição do Capas Traçadas – Festival de Tunas Femininas, organizado pela Tuna Feminina do IPCA, nos passados dias 19 e 20 de Maio.

A primeira noite deste festival foi a de serenatas, no Largo da Porta Nova e a segunda noite teve lugar no Teatro Gil Vicente. As tunas convidadas pertenciam também a vários pontos de Portugal, nomeadamente: Porto, Coimbra e Viana do Castelo.

De regresso, e resultante das atuações nestes dois festivais, a Tun’Obebes traz para a Cidade Berço o prémio de Melhor Serenata, Melhor Instrumental, Melhor Porta-estandartes e dois prémios de Melhor Original, conseguido com a música composta pela Tuna que eterniza as capas dos estudantes e o espírito boémio, o “Capas Negras”.

A prestação da tuna, que se destacou das demais, foi também merecedora do galardão de Melhor Tuna nos dois festivais.

A Presidente da Tuna, Sofia Carvalho, afirma que “vencer dois festivais consecutivos é o culminar de muito esforço por parte de todos os membros desta tuna. É uma realização enorme saber que o caminho que estamos a percorrer está a elevar o nome de Guimarães, da Universidade do Minho e, principalmente, está a fazer da nossa tuna aquilo que ela merece ser.”

A Tun’Obebes nasceu em Guimarães, é constituída por cerca de 20 elementos ativos, estudantes da Universidade do Minho, e em dezembro celebrará 25 anos de existência. Este grupo musical tem como objetivo perpetuar as tradições académicas da Universidade e contribuir para o património cultural e musical vimaranense.

Fotos: DR

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?