UMINHO RECEBE SEGUNDA MAIOR CONFERÊNCIA MUNDIAL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

A Universidade do Minho organiza de quinta-feira a sábado, dias 8 a 10, no Centro Cultural de Vila Flor, em Guimarães, a 25ª Conferência Europeia de Sistemas de Informação, a segunda maior do género a nível mundial. Esta iniciativa prevê a participação de 700 especialistas de 43 países para debaterem o papel dos sistemas de informação na promoção da inteligência, da sustentabilidade e da inclusão nas organizações e na sociedade, em particular no caso dos refugiados.

 A sessão de abertura é na quinta-feira, às 9h00, com a presença do reitor António M. Cunha, do presidente da Sociedade de Sistemas de Informação, Jason Thatcher, da responsável pela organização do evento, Isabel Ramos, e da vereadora do Município de Guimarães, Adelina Pinto. Segue-se a sessão plenária “Is there a limit to digitalization? Or should there be?”, por Katrin Nyman, da Universidade de Tecnologia de Tallinn (Estónia).

 Pelas 11h00, investigadores da Alemanha, Nova Zelândia, Dinamarca e Reino Unido falam sobre as melhores práticas para empoderar os refugiados com novas tecnologias. Uma hora depois há uma mesa redonda com representantes de empresas envolvidas no desenvolvimento de tecnologias avançadas capazes de promover um mundo mais inteligente, sustentável e inclusivo. Este painel temático junta Raul Azevedo (WeDo Technologies), Miguel Figueiredo (Cisco), João Tedim (Microsoft) e Carla Albuquerque (Wipro). Na sexta-feira destaca-se às 9h00 a intervenção de Rui Paiva, CEO da WeDo Technologies.

Esta 25ª edição conta com mais de 160 apresentações divididas por 32 painéis temáticos, 71 posters, além de 14 workshops agendados para os dois dias que antecedem a conferência principal. Entre os assuntos debatidos estão “Political ideology as a predictor of online media piracy” (dia 8, às 16h30), “Exploring the effects of digitalization on competence at work” (dia 8, às 14h00), “Understanding the role of ICTS in promoting social inclusion: the case of Syrian refugees in Germany” (dia 9, às 10h00), “Adopting a service-dominant logic to prediction of pregnancy complications” (dia 9, às 16h30), “Predicting the duration of surgeries to improve process efficiency in hospitals” (dia 9, às 17h00) e “Sensemaking on social media crisis communication – a case study on Brussels bombings in 2016” (dia 10, às 9h00). O evento encerra no sábado, dia 10, às 13h00, com um verde de hora. Há mais informações disponíveis sobre o programa e os oradores em www.ecis2017.eu.

“O mundo enfrenta hoje desafios muito complexos e de longo prazo que exigem respostas sofisticadas e integradas num contexto de globalização, forte interdependência, pressão sobre os recursos e envelhecimento da população mundial. Simultaneamente, a criação e partilha de informação e conhecimento está a crescer a um ritmo acelerado. O ritmo crescente de inovação tecnológica e qualificação dos recursos humanos traz consigo a esperança de que as mudanças económicas e sociais necessárias para o bem-estar das pessoas possam acontecer de forma a trazerem respostas eficazes para os desafios sociais. As novas tecnologias têm o potencial para aumentar a inteligência coletiva para apoiar as transformações necessárias para um mundo mais inteligente, sustentável e inclusivo”, explica a professora Isabel Ramos.

Foto: DR

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?