VIMARANENSE EM MIAMI DESCREVE COMO LIDOU COM O FURACÃO IRMA

O vimaranense Ricardo Gonçalves sentiu de perto a força do furacão Irma na cidade de Miami.

Ao Mais Guimarães, explica que já há uma semana que os habitantes se preparavam, garantindo as quantidades necessárias para uma semana dos bens de necessidade primária.

Ricardo decidiu não abandonar a cidade: “foi um risco calculado. Com mais de um milhão de pessoas nas estradas e com escassez de gasolina, sentia-me mais seguro em casa”.

O vimaranense saiu de casa pela primeira vez na segunda-feira, 11 de setembro. “Os jardins do meu edifício estão destruídos. Todas as árvores e vegetação estão no chão. Na praça onde trabalho, junto à praia, a polícia aconselhou-me a regressar porque estavam a decorrer saques nas lojas”.

Ricardo Gonçalves acredita que “vai levar muitos dias a resolver a situação, mesmo não tendo sido aquela a zona de impacto”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?