VITÓRIA QUER SUBIR MAIS UM DEGRAU A CAMINHO DO QUARTO EM SETÚBAL

A formação de Pedro Martins procura garantir uma vantagem provisória de oito pontos para o concorrente na luta pelo quarto lugar, Sporting de Braga, frente ao Vitória de Setúbal, em jogo com início marcado para as 20:30, no Estádio do Bonfim. O avançado Rafael Martins regressou ao lote das opções para o ataque.

A equipa da cidade-berço vai abrir a 31.ª jornada da Primeira Liga com um duelo frente ao homónimo de Setúbal, tendo a oportunidade de ficar ainda mais perto da quarta posição final, objetivo definido pelo clube já em março. A quatro jogos do término da prova, os vimaranenses somam 56 pontos e, em caso de triunfo no reduto sadino, atingem os 59, passando a deter uma margem de oito para os quintos classificados, os “arsenalistas”, que só entram em campo no domingo, quando receberem pelas 18h00 o Sporting.

O emblema de D. Afonso Henriques pode ainda conquistar, junto à foz do Rio Sado, a sexta vitória consecutiva na Liga, algo que conseguiu pela última vez entre a 27.ª e a 32.ª jornada da época 1995/96, sob o comando de Jaime Pacheco, e cimentar o estatuto de segunda melhor equipa do campeonato fora de portas, com 30 pontos até agora somados em 15 jogos, registo apenas superado pelo Benfica, com 33.

O Vitória vai encontrar em Setúbal um adversário que, tal como os dois anteriores – Desportivo de Chaves e Boavista – já se encontra com a situação na tabela definida, ao ocupar o 11.º posto, com 35 pontos, mas que, nesta época, já alcançou sete triunfos caseiros, tantos quantos os vitorianos da cidade-berço.

O Bonfim é, aliás, um estádio historicamente difícil para os vimaranenses, que venceram apenas 13 dos 60 encontros lá disputados para o principal escalão do futebol nacional, o último dos quais na temporada 2014/15, quando um tento solitário do central João Afonso, à passagem da oitava jornada, assegurou os três pontos.

Na época passada, o Vitória empatou 2-2, numa partida em  que jogou praticamente os 90 minutos em superioridade numérica e que ditou a saída do técnico Armando Evangelista, ao fim de cinco jornadas.

O Pedro Martins alertou, na conferência de imprensa de antevisão, que o jogo com o Vitória de Setúbal, uma equipa, a seu ver, capaz de “bom futebol”, apresenta um “grau de dificuldade elevado” e vai obrigar o grupo de trabalho a não “facilitar em absolutamente nada”.

Rafael Martins volta a ser opção

O treinador vitoriano convocou 20 jogadores para o encontro com os sadinos, entre eles Rafael Martins, que pode voltar a pisar os relvados com a camisola vitoriana, depois de ter falhado por lesão as partidas com Tondela, Desportivo de Chaves e Boavista, para o campeonato.

É expectável, porém, que Texeira mantenha a titularidade no eixo do ataque, após quatro golos nos últimos cinco jogos da Liga.

João Aurélio, com uma lesão muscular na coxa, e Miguel Silva, com um traumatismo no ombro direito, ficaram de fora da deslocação a Setúbal.

 

Confira a lista de 20 convocados:

Guarda-redes: Douglas e Georgemy.

Defesas: Bruno Gaspar, Josué, Pedro Henrique, Prince, Moreno, Konan e Rúben Ferreira.

Médios: Rafael Miranda, Celis, Zungu e Tozé.

Avançados: Hurtado, Hernâni, Sturgeon, Marega, Raphinha, Texeira e Rafael Martins.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?