VITÓRIA TENTA SÉTIMA FINAL EM 14 IDAS ÀS MEIAS-FINAIS DA TAÇA

A equipa de Pedro Martins entra logo à noite no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira com a possibilidade de chegar a mais um jogo decisivo da Taça de Portugal, o terceiro nas últimas sete temporadas e o sétimo na sua história. Com apoio garantido em Chaves, os vitorianos podem ainda equilibrar o número de meias-finais vencidas e perdidas.

Um triunfo, um empate ou uma derrota por uma diferença inferior a dois golos ou igual, caso marque, permitem ao Vitória apurar-se para a sétima final da “prova rainha” e igualar o número de ocasiões em que falhou o acesso ao jogo decisivo.

A equipa da cidade-berço alcançou até hoje seis triunfos nas meias-finais, tendo, em 2012/13, quando venceu a primeira final, ante o Benfica (2-1), eliminado o Belenenses, então da Segunda Liga, com vitórias por 2-0, no Restelo, e 1-0, no D. Afonso Henriques. Os vimaranenses já eliminaram os “azuis” mais uma vez, em 1963, quando venceram o jogo de desempate por 3-1, mas perderam, depois, a final com o Sporting, por 4-0.

Os “leões” são a outra equipa que os vitorianos já eliminaram por duas vezes, em 1941/42, por 2-1, em Guimarães, antes de perderem a final com o Belenenses (2-0), e, em 1975/76, também em casa, por 2-1, mas após prolongamento, para depois, no jogo decisivo, realizado no antigo Estádio das Antas, caírem frente ao Boavista num jogo polémico (2-1).

Os outros triunfos em semifinais datam de 1987/88, no terreno do Portimonense, por 2-1, após prolongamento, e de 2010/11, quando o Vitória eliminou a Académica com um golo de Faouzi que deu um triunfo por 1-0, em casa, antes do “nulo” do jogo de Coimbra, que contou com cerca de oito mil vitorianos nas bancadas.

Em sentido contrário, o Vitória ficou pelo caminho nesta fase em 1943/44, com o Estoril-Praia, em 1952/53 e 1961/62, ante o Benfica, em 1983/84, frente ao Rio Ave, em 1989/90, frente ao Estrela da Amadora, quando era o favorito a vencer a competição, em 1992/93, novamente com as “águias”, e, em 2005/06, no desempate por penáltis em Setúbal, perante o outro Vitória, após ter estado a vencer no prolongamento.

Histórico do Vitória nas meias-finais da Taça de Portugal

1941/42: Vitória 2-1 Sporting

1943/44: Estoril-Praia 5-0 Vitória; Vitória 1-4 Estoril-Praia

1952/53:  Benfica 3-1 Vitória; Vitória 1-3 Benfica

1961/62:  Vitória 2-2 Benfica; Benfica 6-0 Vitória

1962/63: Vitória 1-3 Belenenses; Belenenses 0-2 Vitória

               Vitória 3-1 Belenenses (jogo de desempate)

1975/76:  Vitória 2-1 Sporting (após prolongamento)

1983/84:  Rio Ave 1-1 Vitória (4-3 após grandes penalidades)

1987/88:  Portimonense 1-2 Vitória (após prolongamento)

1989/90:  Estrela da Amadora 1-1 Vitória (após prolongamento)

                Vitória 1-2 Estrela da Amadora (após prolongamento)

1992/93:   Vitória 1-2 Benfica

2005/06:  Vitória de Setúbal 1-1 Vitória (3-2 após grandes penalidades)

2010/11:    Vitória 1-0 Académica; Académica 0-0 Vitória

2012/13:    Belenenses 0-2 Vitória; Vitória 1-0 Belenenses

2016-17:    Vitória 2-0 Chaves; Chaves (20h15) Vitória

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?