LISTA “A” SEGUIU CAMPANHA ELEITORAL NA COSTA E EM S. TORCATO

A lista “Novo Vitória” prosseguiu as sessões de esclarecimento aos sócios, este sábado, nas freguesias da Costa e de S. Torcato.

O candidato Júlio Vieira de Castro afirmou que não vai “entrar no Vitória para despedir funcionários”. O engenheiro diz que a equipa “Novo Vitória” reconhece o mérito de cada funcionário do clube: “o Vitória tem gente muito competente nos seus quadros. É mentira que nós tencionamos despedir 20, 30 ou 40 funcionários. Espero que seja a última vez que falo sobre este assunto”.

Com o aproximar das eleições, espera-se que a troca de argumentos aqueça entre os dois candidatos. Júlio Vieira de Castro diz que tem apenas “adversários” e não “inimigos”. “O bem comum é sempre o Vitória. No entanto, que posso garantir é que se perder, os sócios vão ter que levar comigo na bancada e nas Assembleias Gerais. Se a outra lista perder, não acredito que aconteça o mesmo”.

Por entre outros temas, Júlio Vieira de Castro abordou uma eventual alteração no naming do estádio do Vitória, no futuro. “Se o estádio se chamar D. Afonso Henriques qualquer coisa, ou qualquer coisa D. Afonso Henriques, eu não vejo qualquer inconveniente. O que importa é que o estádio não perca a identidade”, frisou.

No que toca às modalidades, o engenheiro reafirmou a vontade de colocar as equipas de voleibol e basquetebol a lutar pelos lugares cimeiros. “Não são precisos milhões para isso acontecer e o Vitória já provou isso mesmo”, fazendo referência à participação do Vitória na Liga dos Campeões de voleibol, na época 2008/09.

A próxima sessão de esclarecimento da Lista A está agendada para sexta-feira, pelas 21h00, em Pevidém.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?