fbpx

A ONU FAZ ANOS. PARA CELEBRAR, A UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES UNIDAS ABRE AS PORTAS À COMUNIDADE

A única instituição da ONU em Portugal não sediada em Lisboa é casa de várias atividades ao longo do dia. A unidade vai ser alargada para dar resposta às solicitações que chegam à UNU e quer-se aproximar mais dos vimaranenses

© Mais Guimarães

No dia do 74.º aniversário da ONU, a Unidade Operacional em Governação Eletrónica da Universidade das Nações Unidas (UNU-EGOV) está de portas abertas para aproximar os vimaranenses da Univerisdade, instalada no Campus de Couros. “Queremos abrir as portas à comunidade. Nomeadamente às crianças e jovens. É uma honra enorme mostrar à população que nós estamos aqui. Mostrar quem somos, o que fazemos, o nosso modus operandi. Temos muito orgulho naquilo que fazemos”, referiu a diretora Delfina Soares na abertura do evento, que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

A‌ ‌UNU-EGOV‌ ‌é‌ ‌um‌ ‌centro‌ ‌de‌ ‌investigação‌ ‌dedicado‌ ‌à‌ ‌governação‌ ‌eletrónica,‌ que está em ‌Guimarães‌ ‌desde‌ ‌2014. “Trabalhamos no sentido de informar instituições e governos para que sejam tomadas melhores decisões, melhores políticas. Estamos focados numa temática relacionada com a transformação digital dos governos e das instituições públicas  para melhorar o funcionamento da sociedade”, resume Delfina Soares.

Domingos Bragança considera que “os vimaranenses sentem um enorme orgulho [na Universidade das Nações Unidas], embora há muitos que não saibam que neste polo de Couros também funcione a UNU”. O EGOV é mais do que um centro de investigação. Trabalha também de forma direta com países, como São Tomé e Príncipe, Arábia Saudita ou Egito. No fundo, procura tirar proveito máximo das Tecnologias de Informação e Comunicação de forma a produzir “instituições fortes ao serviço do cidadão.”

© Mais Guimarães

Neste momento, a unidade debate-se com o problema da fala de espaço e almeja ter mais pessoas a trabalhar para responder às solicitações que vão chegando. Nesse sentido, uma cooperação entre entre a CM, o governo e a Universidade das Nações Unidas pretende transformar a unidade em instituto. “Esta unidade está a fazer um trabalho execional. Há um compromisso da reitoria da Universidade das Nações Unidas de transformar esta unidade em instituo para lhe dar um caráter mais estável e duradouro.”, afirmou Domingos Bragança.

Triplicar o espaço, triplicar a equipa

“Há cinco anos a CM assumiu que iria criar condições para que esta unidade se tornasse instituto. É o que estamos a fazer”, disse o autarca, lembrando a “segunda fase de reabilitação da fábrica Freitas e Fernandes”. Estamos a criar as condições fisica para que tudo corra bem”, acrescentou.

“A obra de intervenção começou a meados do ano. Lá para Abril, Maio estará concluída. A Universidade trabalha todos os dias para a cooperação com todos os países do mundo. Muitos países lusófonos têm recebido formação na governação eletrónica. Esta unidade irá sair reforçada com as novas instalações e dará melhores condições para o reforço das equipas”, considera Domingos Bragança.

No entender da diretora Delfina Soares, “a recuperação de um edifício permite triplicar o espaço disponível para receber mais pessoas.” Algo que pode alavancar a transição da unidade para instituto. A diretora sublinhou o apoio dado pela Câmara no alojamento dos investigadores e considera que “com o triplo da dimensão e com excelentes condições para podermos desenvolver as nossas funções acaba por ao Governo a relevância que pode ter o projeto. Triplicar o espaço significa triplicar a equipa.”

Na ótica do autarca vimaranense, a UNU é um “espaço internacional e diplomático.” “A universidade é crucial para a afirmação de Guimarães a nivel mundial.”, considera.

O dia de portas abertas da ONU integra uma série de eventos a terem lugar nesta quinta-feira que se debruçam sobre o tema da igualdade. Durante a tarde as instalações da UNU-EGOV estarão abertas, haverá visitas guiadas, jogos informativos para turmas escolares e outras atividades planeadas para celebrar o dia das Nações Unidas em Guimarães.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?