fbpx

ADEPTO DO VITÓRIA NA LETÓNIA CONFIANTE NO APURAMENTO DOS CONQUISTADORES

O Vitória enfrenta o Ventspils, equipa letã, na 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa. O jogo da primeira mão será disputado na próxima quinta-feira, 08 de agosto, na capital Riga, casa emprestada do atual 3.º classificado do campeonato nacional da Letónia.

Naquele país, bem no leste europeu, mora um letão que carrega o Vitória no coração. Reinis Groskops tem 26 anos e, depois de um ano a estudar na cidade berço, passou a ser mais um vitoriano a espalhar este sentimento pelo mundo. “Vivi em Guimarães praticamente um ano, no 11.º ano do ensino escolar. Já foi há sete anos. Guimarães foi o primeiro sítio, no mundo, onde vivi verdadeiramente a cultura futebolística – paixão pelo futebol e apoio sem limites pela equipa da terra”, refere Reinis, ao Mais Guimarães, lembrando os tempos vividos na Escola Francisco de Holanda: “a escola estava a ser requalificada e as nossas aulas aconteciam no interior do Estádio D. Afonso Henriques, o que era bastante divertido”.

O jovem de 26 anos, praticamente de futebol na Letónia, não vai perder a oportunidade de voltar os Conquistadores ao vivo. “A última vez que vi o Vitória ao vivo foi na final da Taça de Portugal, no Jamor, contra o FC Porto. Perdemos mas foi uma espetáculo mágico, um grande jogo. Por não ver o Vitória ao vivo há tantos anos, não vou perder a oportunidade de assistir a este jogo, uma vez que o estádio fica localizado bem perto de minha casa”.

“O Vitória pode estar confiante”

Reinis é um apaixonado por futebol e acompanha ao pormenor o futebol europeu. Por isso mesmo, conhece bem as equipas do futebol letão, particularmente o Ventspils. Para o vitoriano, os Conquistadores “podem estar confiantes”, até porque o adversário de quinta-feira está em 3.º no campeonato, a dez pontos da liderança, numa altura em que o campeonato se aproxima do final. “Eles têm um avançado perigoso, o Tosin Aiyegun, um nigeriano que atualmente é o segundo melhor marcador do campeonato, com oito golos, e o Vitória tem que o conseguir parar. Outra vantagem que o Ventspils tem é o aspeto físico, pois neste momento devem estar no auge, ao contrário do Vitória, que fez ainda poucos jogos oficiais.

Vitória de Ivo Vieira parece “promissor”

A época 2019/20 é de mudanças em Guimarães, com novo treinador. Reinis gosta do que viu e acredita que o futuro é risonho. “Há um novo treinador para esta época, o Ivo Vieira, que parece promissor. Pelo que tenho visto e lido, a defesa parece bastante sólida, mas o ataque ainda está um pouco deficitário”.

Análise ao futebol letão

“O futebol na Letónia não tem evoluído da melhor forma, especialmente a seleção nacional. O futebol não é muito popular neste país, o que faz com que o futebol não seja atraído para este desporto. Por consequência, os clubes e a seleção não conseguem progredir”, começa por explicar Reinis. Numa análise mais técnica ao futebol letão, o vitoriano sediado naquele país explica que os jogadores “baseiam-se mais nos duelos físicos, bolas longas para o ataque e bolas paradas. Há exceções, mas é este o futebol habitual dos clubes e seleção da Letónia”, conclui.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

SUBSCRIÇÃO GRÁTIS

RECEBA O JORNAL MAIS GUIMARÃES

NO SEU EMAIL

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?