André Coelho Lima quer potenciar a importância do Tratado de Tagilde

O deputado André Coelho Lima foi designado, no passado dia 14 de abril, vice-presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal – Reino Unido, um grupo diplomático que é liderado por Sérgio Sousa Pinto e que tem também, na vice-presidência, outra deputada com forte ligações a Guimarães, Cecília Meireles, do CDS-PP.

Neste grupo, e nas relações diplomáticas que ocorrerão, o deputado vimaranense, entre outros aspetos, pretende “potenciar a importância do Tratado de Tagilde, que está ainda em vigor, e que foi celebrado em Guimarães”. André Coelho Lima acrescenta também fazer sentido “olhar para este momento importante da história entre os dois países e a que Guimarães está fortemente ligado”.

O Tratado de Tagilde foi firmado em 10 de Julho de 1372 em Tagilde, na altura freguesia do concelho de Guimarães (desde 1998 pertence ao concelho de Vizela). 

Nesse tratado, o rei D.Fernando I de Portugal assinou com os delegados de João de Gante, duque de Lencastre, o chamado “pacto de Tagilde”. Esse acordo constituiu o primeiro fundamento jurídico do futuro tratado de aliança Luso-Britânica,  sendo o mais antigo acordo político-militar que ainda vigora.

Junto à igreja de Tagilde está, desde 1953, um padrão em pedra que memoriza este ato entre os dois países.

Na próxima semana, André Coelho Lima integrará também o Grupo Parlamentar de Amizade Portugal – Alemanha.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?