APRESENTADO PROGRAMA DA CONTEXTILE 2018

A Contextile 2018, agendada para de 01 de setembro a 20 de outubro, foi ontem apresentada em Guimarães. A Bienal da Arte Têxtil Contemporânea reunirá, em diferentes espaços culturais e públicos da cidade, artistas e obras de todo o mundo.

O programa, composto por diversas atividades, permite dividir a atenção pela Exposição Internacional, com mais de 50 artistas selecionados após concurso, exposições de artistas, países convidados, residências artísticas, reflexão e debate nas TextileTalks, assim como os Workshops “Experimentar o Têxtil”.

Envolver e incitar a cooperação entre o património e indústria têxtil e a criação artística contemporânea é um objetivo claramente definido pela Contextile, pretendendo demarcar Guimarães como Território de Cultura Têxtil. A vice-presidente da Câmara Municipal defendeu essa ideia na apresentação do evento. “Guimarães foi, é e será um território de têxtil e também está muito centrado na cultura. Este casamento entre a cultura e o têxtil tem de continuar a ser alimentado para assumir Guimarães como um território de cultura têxtil”, referiu Adelina Pinto.

O diretor da Contextil, Joaquim Pinheiro, apontou a “subida da fasquia” nesta 4ª edição do evento. Mencionou o “envolvimento com a indústria têxtil, a comunidade” e essencialmente a intervenção no espaço público com a participação de artistas de renome internacional.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?