Artistas de 34 países vão expor as suas obras na Contextile 2022

Vêm de 34 países os 50 artistas selecionados pelo júri da Contextile 2022 para a Exposição Internacional da Bienal de Arte Têxtil Contemporânea, que se realiza em Guimarães a partir de 3 de setembro. A concurso esteve um número record de propostas. Foram mais de 1500 as obras avaliadas nos últimos dias pelos jurados.

Contextile © Jose Caldeira

Nunca tinham sido tantos os artistas a candidatarem-se a expor as suas obras na Contextile. Os 1505 trabalhos de 1250 artistas (de 74 países), significam um aumento de 40% face à última edição da bienal. A quantidade e qualidade das obras dificultou a tarefa do corpo de júri, uma equipa multidisciplinar composta por Lala de Dios (prof.ª História de Arte e do Têxtil, curadora), Janis Jefferies (prof.ª emérita de artes visuais, curadora, escritora e artista), Orenzio Santi (professor e artista têxtil), Monika Grasiene (artista, curadora e professora de Arte Têxtil), e Cláudia Melo (diretora artística da Contextile).

O júri esteve reunido presencialmente nos dias 7, 8 e 9 abril em Guimarães, e, após um longo e difícil trabalho de avaliação, selecionou 56 obras de 50 artistas (de 34 países). Foram levados em conta os critérios do regulamento da convocatória (alta criatividade, originalidade e competência técnica em torno do elemento têxtil, construção, tema, conceito ou material utilizado), bem como o conceito da Contextile 2022: “RE-MAKE”.

A Exposição Internacional da Contextile 2022 mantém a lógica habitual do evento, com 50 obras de 50 artistas. No entanto, este ano foram também selecionadas cinco intervenções artísticas, de outros tantos artistas, para serem apresentadas em espaços públicos durante a edição 2022 da Bienal de Arte Têxtil Contemporânea. 

O Prémio de Aquisição e as Menções Honrosas da Exposição Internacional serão atribuídos no momento de Abertura da Contextile 2022, agendada para 3 de setembro, em Guimarães. 

A 6.ª edição da Contextile prolonga-se até 30 de outubro de 2022. Além das obras selecionadas pelo júri para a Exposição Internacional, o programa integrará os resultados de processos de criação a partir do território, talks e workshops, como vem sendo habitual. “Esta é uma Bienal de contornos especiais, já que coincide com o 10.º aniversário da Contextile, pelo que o programa, que será anunciado em breve, será reforçado2, anunciou o município em comunicado.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?