Associação ambientalista AVE contesta a inclusão da Via do Avepark no PRR

A AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, no seguimento e em coerência com a sua posição acerca da Via do Avepark contestou a inclusão deste investimento no Plano de Recuperação e Resiliência.

Através da sua participação na discussão pública do PRR a AVE vem defender que “não é admissível, nem tão pouco racional, avançar com um investimento que não está devidamente estudado e justificado, sabendo de antemão que terá enormes impactes sociais e ambientais e cujo objetivo pode ser conseguido através de outros projetos que se perspetivam”, pode ler-se em nota enviada às redações.

“Aos argumentos apresentados em 2015, que incidiam sobre a falta de estudos que justificassem um projeto com tão grande impacte ambiental e de avultado investimento, acresce o contexto atual onde a racionalidade dos investimentos deve levar em conta tanto o seu contributo para ultrapassar as crises provocadas pela pandemia, como o seu contributo para a preservação da natureza”.

Esta Associação entende ainda que a Via do Avepark deve ser profundamente repensada, “devendo a acessibilidade ao Avepark ser assegurada no âmbito dos projetos de mobilidade intra concelhia e de ligação a Braga”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?