Batalha de Aljubarrota: Há 638 anos D. João I curvava-se perante a Senhora da Oliveira

A partir da peregrinação de D. João I a Guimarães para oferecer o pelote e “restituir” à Senhora da Oliveira as armas que usou na batalha.

aljubarrota

Nesta segunda-feira, 14 de agosto, celebra-se em Guimarães o momento em que as tropas comandadas por D. João I venceram a batalha de Aljubarrota, feito que o Rei português atribuiu à “proteção divina” da Senhora da Oliveira.

© Direitos Reservados

A partir da peregrinação de D. João I a Guimarães para oferecer o pelote e “restituir” à Senhora da Oliveira as armas que usou na batalha, a cidade de Guimarães passou a assinalar, em cada ano, no dia 14 de agosto, a vitória nesta importante batalha em 1385.

O pelote (laudel) que D. João I vestiu durante a batalha de Aljubarrota, e que depois ofereceu à Senhora da Oliveira, e pode ser apreciado no museu Alberto Sampaio em Guimarães, constitui um símbolo da afirmação da independência nacional.

Para além do seu loudel, o rei ofereceu ainda, na altura, um altar em prata dourada, e que pode também ser visto no museu vimaranense.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES