Batoca Park: nasceu o novo espaço verde da cidade

Fruto do Orçamento Participativo, o Batoca Park, em São Martinho de Candoso, é o novo espaço verde da cidade berço. Com aproximadamente 2,5 hectares, estende-se ao longo das margens do rio Selho. O Mais Guimarães teve na inauguração que decorreu ao final da manhã de hoje.

© Hugo Marcelo/Mais Guimarães

Quando se chega ao Batoca Park, em São Martinho de Candoso, há uma praça de recreação que dá as boas-vindas aos visitantes, um parque infantil, uma área com equipamentos de fitness e um campo de futebol. Estende-se ao longo das margens do rio Selho, com os pilares do viaduto da autoestrada a oferecer-lhe guarida do sol e da chuva. Com uma área de aproximadamente 2,5 hectares e uma extensão de 950 m2, o novo espaço verde da cidade de Guimarães é “um espaço de encontro comunitário para exatamente a cultura, o desporto e o bem-estar”. As palavras são de Domingos Bragança. O presidente da Câmara Municipal de Guimarães presidiu à cerimónia de inauguração que decorreu ao final da manhã de hoje, dia 24 de junho. O Batoca Park é fruto do Orçamento Participativo de 2016.

Para além do edil municipal e de Adelina Pinto, vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, marcaram presença em São Martinho de Candoso outras figuras do executivo vimaranense como Paulo Lopes Silva, vereador com o pelouro da Cultural, Nélson Felgueiras, vereador com o pelouro do Desporto e da Juventude, Paula Oliveira, vereadora com o pelouro da Ação Social. Odete Lemos, presidente da Junta de Freguesia de Candoso S. Martinho, e Cátia Fernandes, arquiteta do projeto, tomaram a palavra antes do presidente do executivo municipal. Na inauguração do Batoca Park estiveram também presidentes de outras freguesias.

Nos discursos de Cátia Fernandes, Odete Lemos e Domingos Bragança ficou patente a mesma ideia de se trata de um parque que vai continuar em crescimento no futuro próximo. A arquiteta deixou claro que “para a semana” vão voltar ao parque e terminar o que ficou por fazer. É expectável que, nos próximos dias, às áreas de lazer e de atividade desportiva existentes deverá acrescentar-se uma zona para os jogos tradicionais, nomeadamente “uma área dedicada à petanca, ao chincalhão” e que permita “às pessoas de mais idade poderem estar ali a entreterem-se o dia todo”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?