Beatriz Batarda e Romeu Runa juntam-se no CCVF

Teatro e dança encontram-se no palco do Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor (CCVF) a 14 e 15 de maio com Perfil Perdido, do encenador e cineasta Marco Martins, sobre filiação e a figura do pai, criada para dois intérpretes, Beatriz Batarda e Romeu Runa, e uma voz.

© Direitos Reservados

Partindo da representação da figura do pai enquanto elemento central da arte ocidental e da domesticidade enquanto estaleiro, os dois protagonistas percorrem a vida de várias personagens, outros eus, criando relações e cruzamentos inesperados.

Na sexta-feira, 14 de maio, Perfil Perdido apresenta-se às 19h30, e no sábado, dia 15, vai a palco pelas 11h00.

Ao convocar um trabalho de improvisação que tem como base o fluxo de memórias pessoais de Beatriz Batarda e Romeu Runa, Marco Martins cria um espetáculo em que “os vários excertos de textos usados são simultaneamente uma reconstrução, mais ou menos verdadeira ou falsa da biografia dos seus intérpretes, do que foi vivido ou talvez fantasiado, e também testemunhos diretos de outros autores”.

Perfil Perdido é uma coprodução d’A Oficina com a Arena Ensemble, S. Luiz Teatro Municipal, Teatro Nacional S. João e Cine-Teatro Louletano e teve a sua estreia mundial em novembro do ano passado, na Turquia, no âmbito da 23.ª edição do Festival de Teatro de Istambul. A sonoplastia é de Tiago Cerqueira, a cenografia de Fernando Ribeiro, o desenho de luz de Nuno Meira, o desenho de som de Sérgio Milhano, e o figurino de Teresa Pavão. 

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?