Bês vitorianos tiveram alma e permanecem na luta

António Miguel Cardoso viveu com intensidade o desafio.

vitoria-B-10-anos

Jovens conquistadores acreditaram e empataram no último lance.

© Mais Guimarães

O Vitória B não foi além de um empate a três golos na receção ao Anadia, mas a derrota do Paredes em Canelas permitiu aos conquistadores encurtarem distâncias para segundo lugar, cuja posição permite a manutenção no terceiro escalão.

O jogo até começou de feição para os vitorianos, com golo de Patrick. Contudo, de grande penalidade, o Anadia empatou e o resultado manteve-se até ao intervalo.

No segundo tempo, apesar de um forte apoio da massa adepta vitoriana, a equipa aveirense passou para a frente do marcador. Gabriel Rodrigues ainda empatou de grande penalidade, mas o adversário foi feliz na obtenção do terceiro golo. Sem nunca atirar a toalha ao chão, a equipa de Álvaro Madureira acreditou que seria possível minimizar o resultado e, no último lance do jogo, empatou a partida.

Um lance que acalmou o presidente António Miguel Cardoso. Numa partida na qual o nervosismo e a ansiedade acompanharam o dirigente em grande parte do jogo, com gestos e inquietude na bancada, só no último lance do jogo o responsável máximo conseguiu acalmar, festejando com euforia o golo da igualdade.


PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES