Bombeiros das Taipas com verão calmo até ao momento

Os Bombeiros Voluntários das Taipas sublinharam que a situação dos incêndios, "até ao momento, tem estado calmo relativamente aos anos anteriores", de acordo com Hermenegildo Abreu, comandante da corporação.

Bombeiros taipas com barra

O Comandante dos Bombeiros Voluntários das Taipas, Hermenegildo Abreu, apontou que a situação dos incêndios, “até ao momento, tem estado calma relativamente aos anos anteriores”, mas ressalvou que “o verão ainda não acabou”.

© Direitos Reservados

Apesar dos dados revelarem que “o mês de maior ocorrência e incêndios florestais costuma ser sempre setembro”, o comandante apontou que o corpo dos bombeiros das Taipas foi acionado para “cerca de 20 incêndios na nossa área de intervenção em julho e agosto. Foram todos incêndios pequenos, nada de especial”.

Os Bombeiros Voluntários das Taipas foram acionados apenas para incêndios florestais, sem feridos a registar. O comandante do corpo dos bombeiros expressou que os incêndios mantiveram-se pequenos “porque a disponibilidade que temos aqui nos bombeiros respondeu logo ao minuto e sendo uma intervenção no ataque inicial, isso reduz o tamanho do incêndio. Também temos de enaltecer os bombeiros nesse sentido”.

Numa situação relativamente calma, Hermenegildo Abreu revelou que não é possível concluir que este “é o verão mais calmo dos últimos anos porque ainda não acabou. Em 2017 pensávamos que o verão acabava em setembro, e outubro foi muito complicado”.

O Comandante dos bombeiros das Taipas atenta que em volta dos bombeiros, há uma grande área florestal, que “pode eventualmente gerar um grande incêndio”.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES