Brigada Verde de Prazins Santo Tirso e Corvite já pôs mãos à obra

© Direitos Reservado

Foi no passado sábado, 19 de fevereiro, que teve lugar a primeira ação da recém-criada Brigada Verde da União de Freguesias de Prazins Santo Tirso e Corvite, nas instalações da EB1/JI de Deserto, em Prazins Santo Tirso. A plantação de árvores e os trabalhos finais de embelezamento de vários talhões de uma horta pedagógica foram os prinicipais trabalhos levados a cabo neste primeiro dia.

A ação reúniu elementos da Brigada Verde, professores, pais e alunos da escola, bem como o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, o presidente da União de Freguesias, Carlos Borges, e uma equipa do Laboratório da Paisagem, entidade que acompanhará de perto as atividades desenvolvidas.

Em comunicado às redações, o município refere que o entusiasmo de todos os presentes não deixou indiferente Domingos Bragança, que, na sua intervenção, realçou a importância do envolvimento de toda a comunidade para o progresso e desenvolvimento e para uma mais rápida resolução dos problemas. “A força de uma comunidade é o que se está a sentir aqui hoje”, frisou. O edil vimaranense aproveitou o momento para reforçar a ideia de uma sociedade ambientalmente sustentável como um desígnio importante para todos, e deixava claro que, a par das causas ambientais, as causas sociais são fundamentais para que as pessoas se sintam disponíveis para mudar os seus comportamentos, pois “quem está preocupado em garantir o sustento da sua família, não está preocupado com outras coisas”.

Domingos Bragança deixou também uma mensagem voltada para a necessidade de uma educação de base ambiental, para que os comportamentos de amanhã sejam diferentes, frisando o trabalho importante que desempenha o Laboratório da Paisagem para esse propósito. “Vivemos cerca de 2 anos em pandemia, o que nos retirou algum foco de outras coisas importantes, como viver em harmonia com a natureza, num contexto de bem-estar e saúde”, disse. O autarca lembrou ainda a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia, e o 5º lugar conseguido, e disse que está a ser preparada uma nova candidatura que deverá ser submetida em 2023.

“Se há coisa que na política me agrada, é a política ambiental, é investir na educação dos mais jovens e dos adultos. Lembro que a União Europeia elogiou muito dois projetos de Guimarães nesta área, e que foram as Brigadas Verdes e o projeto educativo Pegadas”, finalizou.

Por suz vez, Carlos Borges, presidente da União de Freguesias, fez votos para que as “crianças possam brincar muito e sonhar com um futuro comunitário melhor” e salientou a sua vontade de “crescer na consciência ambiental e na sustentabilidade”.

Carlos Ribeiro, diretor Executivo do Laboratório da Paisagem, deixou clara a disponibilidade para ajudar em todo o apoio que seja solicitado, no sentido da construção de um território mais saudável e resiliente.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?