BRUNO FARIA: “A CERCIGUI PRECISA DE MAIS”

Bruno Faria será candidato à presidência da CERCIGUI, com a lista A, sob o mote “A prioridade da CERCIGUI serão sempre as pessoas”. A apresentação dos órgãos sociais da lista e do plano de ação decorreu esta terça-feira, dia 18 de junho, no Santa Luzia Arthotel.

“Já faço parte desta família”, começou por dizer o candidato, acrescentando que é dia de “lutar por uma sociedade mais justa e solidária”. Sobre este desafio, referiu aceitá-lo porque simplesmente “é a CERCIGUI”. “Uma instituição com uma matriz social fortíssima, não só a nível concelhio. E não podia deixar de responder ao apelo de inúmeras pessoas. Confesso que numa primeira fase fiquei assustado, porque estava fora desta atividade associativa há quatro anos. Mas a CERCI precisa de mais. Alguém com motivação garra, transparência, rigor e com princípios de gestão”, apontou.

Na apresentação, Bruno Faria comentou ainda os últimos tempos vividos na associação vimaranense, que para si, trata-se de um “período conturbado” pelo “autoritarismo de quem a dirige”, que “cria uma crispação na gestão que deveria ser institucional”. “Sempre defendi ao longo desta vida, 20 anos de associativismo, privar pela partilha. Comigo é uma equipa. Todos somos precisos. A CERCI é hoje e é continuará a ser uma instituição de referência na partilha”, referiu.

Relativamente à sua equipa, Bruno Faria mencionou sentir “um orgulho enorme”. “Tenho comigo elementos únicos. Uma equipa séria, digna e também simpática. Esta grande equipa dá-nos a absoluta garantia de sucesso. Conseguiremos uma vitória histórica e justa. Não prometemos o céu, o inatingível, mas temos os motivos para considerar que somos a melhor opção para dirigir o destino da instituição”, afirmou.

Quanto ao plano de ação, Bruno Faria avançou que pretende aumentar a capacidade de acórdãos de cooperação, a construção de um lar em Ponte, expandir a novas tipologias de intervenção (autismo), dinamização de balcões de informação, rever as tabelas salariais, criar rede de informação e renovar o sistema digital (pagamento de quotas) e a frota automóvel.

Recorde-se que na corrida está também Rui Leite, que já assumiu voltar a recandidatar-se à presidência da CERCIGUI.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?