CALOR INTENSO DE AGOSTO VAI AFETAR AS VINDIMAS

É já no final de setembro que decorrem os dias de vindimas, que produzem o vinho do ano. No entanto, uma primavera fria e chuvosa e um verão quente e seco atrasaram o desenvolvimento das vinhas.

Este é um cenário que afetou todo o país e que deverá atrasar a colheita. Sequeira Braga, da Adega Cooperativa de Guimarães explicou que dependendo das vinhas, perdeu-se alguma coisa. “Estimo que no geral, à conta do calor, se possa ter perdido pelo menos 20% da produção, sendo que já era ligeiramente inferior à do ano passado. Prevemos uma queda global de 30%, em quantidade”, referiu o produtor.

Devido às condições climatéricas, “a vindima está muito atrasada”.

Leia o artigo na íntegra, na versão em papel do Mais Guimarães, desde hoje nas bancas

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?