CÂMARA ASSINOU PROTOCOLOS COM 21 PROJETOS CULTURAIS

A Câmara Municipal de Guimarães, através do Departamento de Cultura e ao abrigo do Regulamento de Atribuição de Subsídios às Atividades das Entidades que Prossigam Fins Culturais, Artísticos, Recreativos ou Humanitários do Município de Guimarães, atribuiu 105.764 euros para atividades a realizar durante o 1.º semestre de 2018.

O ato público de assinatura dos protocolos de financiamento decorreu esta sexta-feira, 22, na Plataforma das Artes e da Criatividade. De entre as diversas áreas apoiadas, incluem-se atividades ligadas ao serviço educativo dos museus, música, cinema, teatro, fotografia, projetos de comunidade, experimentação e investigação, animação de espaços urbanos e património. O Regulamento é uma oportunidade para que as entidades que intervêm nesta área possam desenvolver e candidatar projetos que se distingam pela qualidade, inovação, experimentação e impacto no tecido sociocultural.

Adelina Paula Pinto, vereadora da Cultura, pretende com este protocolo “reforçar” as parcerias com as entidades culturais do concelho.

No seu discurso, Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal, começou por agradecer o trabalho desenvolvido pelas entidades culturais na “afirmação de Guimarães como uma cidade de cultura”, sublinhando as palavras da vereadora da Cultura. “Queremos ligações estreitas e bem elaboradas, para poder desenvolver atividades formativas e de oferta cultural, através da produção própria”, explicou.

O autarca referiu que “forte” investimento que o município está a conceber nas condições para o desenvolvimento cultural distingue a cidade-berço das outras cidades nacionais e afirma Guimarães no panorama internacional. “ É uma distinção que faz com que o exterior olhe para Guimarães como uma referência e, também, que os vimaranenses percebam que esta dimensão cultural dá à nossa sociedade um nível elevado”, referiu o edil.

O presidente do município concluiu o discurso apelando às entidades culturais para construírem parcerias com a Universidade do Minho e com a Escola de Teatro, bem como desenvolvam a sua atividade em espaços públicos.

Para o 1.º semestre de 2018, a Câmara vai apoiar 21 projetos distribuídos pelas seguintes entidades: Associação Cultural CAAA – Centro para os Assuntos da Arte e Arquitetura de Guimarães, Associação de Amigos do Paço dos Duques de Bragança e do Castelo de Guimarães, Associação “Os Amiguinhos do Museu Alberto Sampaio”, Associação Puzzlianos – C.J.G., Associação Teengroup, Casa da Juventude de Guimarães, Capivara Azul – Associação Cultural, Cineclube de Guimarães, Círculo de Arte e Recreio, Convívio – Associação Cultural, Muralha, Associação de Guimarães para a Defesa do Património, Osmusiké – Associação Musical e Artística do Centro de Formação Francisco de Holanda, Outra Voz – Associação Cultural, Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, Santa Maria Com Vida – Associação Recreativa Cultural e Desportiva, Sociedade Martins Sarmento, Sociedade Musical de Pevidém e Tun´Obebes – Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Minho.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?