CÂMARA PROMOVE SESSÃO PARA CAPTAÇÃO DE APOIO AOS SETORES CULTURAL E CRIATIVO

Formação “Europa Criativa” contou com a participação de vários agentes para conhecerem as linhas orientadores da União Europeia que tem como objetivo o apoio aos sectores cultural e criativo.

 

 

A Câmara Municipal de Guimarães promoveu uma sessão de formação, este sábado, 19 de janeiro, para dar a conhecer as linhas orientadores da “Europa Criativa”, programa da União Europeia que tem como objetivo o apoio aos sectores cultural e criativo, o qual tem uma duração de sete anos (2014-2020) e um orçamento de 1,4 mil milhões de euros, tendo em vista a abertura de uma nova linha de apoio.

“O território estava a pedir este tipo de iniciativa que se enquadra na importância destas áreas, dos seus agentes culturais e artistas”, apontou Paulo Lopes Silva, adjunto da Vereadora da Cultura. “Essa importância tem de ser superior à atribuição de apoios financeiros, por isso queremos dar capacidade de terem ferramentas para obterem os apoios necessários e continuarem a crescer”, salientou ainda Paulo Lopes Silva.

A Câmara Municipal de Guimarães está apostada em desenvolver o trabalho na capacitação de formação de agentes culturais sob a expetativa de “dar ferramentas de forma a que as entidades possam olhar para os projetos do ponto de vista da sua sustentabilidade e da sua internacionalização, porque pressupõe a ligação a redes europeias”.

Paulo Lopes Silva esclareceu que no último ano o Município de Guimarães apoiou mais de 40 projetos em mais de 300 mil euros, mas destacou o plano da Europa Criativa como uma oportunidade para a importância do movimento associativo e das dinâmicas culturais do território, trabalho de reforço da capacitação dos agentes culturais, estímulo do trabalho em rede, sustentabilidade dos projetos, diversificação das fontes de investimento, profissionalização e internacionalização dos projetos a fim de atingirem novos patamares.

A sessão contou foi orientada Manuel Claro (sub-programa Media) e Susana Costa Pereira (sub-programa Cultura), destacando a “Europa Criativa” como um programa da gestão direta da Comissão, sem quotas por países, alertando para o fato de verba ser reduzida perante o número de projetos.  Este programa inclui uma vertente “Cultura” para promover os setores culturais e criativos europeus, uma vertente “Media” para apoiar a indústria audiovisual europeia e uma vertente “Intersetorial” para apoiar ações que se estendem pelo setor audiovisual e outros setores culturais e criativos.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?