Carolina Amaral estreia-se na Netflix em novembro

A Netflix anunciou esta quarta-feira a estreia da série Glória, a primeira série original Netflix portuguesa, a 5 de novembro.

Criada pela produtora SPi e coproduzida com a RTP, Glória é um thriller de espionagem histórico que decorre no final dos anos 60. “A série mostra como Glória, uma pequena aldeia do Ribatejo, se tornou um improvável palco da Guerra Fria, onde as forças americanas e soviéticas lutaram através de perigosas manobras de sabotagem para obter o controlo da Europa”, lê-se na sinopse.

Citado esta quarta-feira em comunicado, o realizador Tiago Guedes considera que a criação desta série para a Netflix é “um marco importante para o mercado português, que conquista assim um lugar nessa muito importante montra mundial”.

Já o argumentista Pedro Lopes recorda que Glória se baseia em factos reais, ocorridos em Portugal durante o Estado Novo. “Um facto desconhecido de muitos portugueses é que durante quase 50 anos existiu uma cidade americana, construída pela CIA, numa zona remota do país, e que tinha como objetivo transmitir, via onda curta, propaganda ocidental para os países do Bloco de Leste”.

Para além de Carolina Amaral, fazem parte do elenco Miguel Nunes, Joana Ribeiro, Ana Sofia Martins, Victoria Guerra, Afonso Pimentel, Adriano Luz, Marcelo Urgeghe, Sandra Faleiro, Carloto Cotta, Maria João Pinho, Inês Castel-Branco, Rafael Morais, Leonor Silveira e a americana Stephanie Vogt.

A atriz vimaranense já junta ao seu currículo algumas séries da televisão portuguesa, como Vidago Palace e Terra Nova.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?