CHEGOU A HORA: FAÇA-SE OUVIR O GRITO NICOLINO

O Pinheiro abre a festa estudantil mais antiga do país, no Berço de Portugal. Milhares de pessoas, sobretudo jovens e velhos estudantes, vão encher algumas artérias de Guimarães com o toque do pinheiro, através de caixas e bombos, sob o frio rigoroso e chuva que se prevê para a madrugada desta quinta-feira.

@Direitos Reservados

29 de novembro. Este é o dia que os vimaranenses esperam durante todo o ano. É o dia que marca a abertura de mais uma edição das Festas Nicolinas, que se prolongam até 07 de dezembro, desta tradição que já reúne mais de três séculos.

A noite desta quinta-feira, que junta milhares de pessoas na cidade-berço, é o Pinheiro, o número mais emblemático das Festas Nicolinas, embora não seja o mais antigo. Com as caixas e bombos já afinados, os vimaranenses já estão preparados para a noite mais longa do ano, depois de terem ensaiado nas últimas semanas durante as moinas. Francisco Teixeira, presidente da Comissão de Festas Nicolinas deste ano, referiu que as expectativas são altas, porque “é uma noite que tem tudo para correr bem”, mas deixou um apelo a todos os que vão no cortejo do Pinheiro. “Pedimos que facilitem a nossa tarefa, para chegar com o pinheiro lá abaixo. Esperemos também que as pessoas que abusam um bocadinho do álcool que não nos perturbem o trabalho, para deixar-nos andar com mais facilidade. Porque o Pinheiro em si, com a quantidade de gente que tem, já se faz por ele, ou seja, se nos facilitarem o nosso trabalho é meio caminho andado”, explicou, acrescentando que um dos objetivos é que o Pinheiro não seja enterrado muito tarde.

O estudante de 19 anos, aluno na Escola Secundária Francisco de Holanda, afirmou que “as festas estão aí” e sente “um grande orgulho” por presidir a Comissão de Festas. “Tivemos as Moinas, e já se viu uma grande adesão por parte dos estudantes. Tem sido incrível ver a quantidade de pessoas que tem aderido às Festas Nicolinas e espero que no resto dos números também tenha muita adesão por parte dos estudantes”, apontou o estudante.

Depois do Pinheiro, seguem-se as Novenas, as Danças de S. Nicolau, Missa de S. Nicolau, Posses e Magusto, Roubalheiras, Pregão, Maçãzinhas e Baile da Saudade.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?