Coleção de Menus de D. Helena Menezes doada ao Município de Guimarães

Na tarde desta quarta-feira, 13 de abril, na Casa de Margaride, teve lugar a assinatura do protocolo de doação da Coleção de Menus de D. Helena Menezes ao Município de Guimarães, assinado pelo representante dos herdeiros, José Couceiro da Costa e o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

Na cerimónia estiveram também presentes Adelina Pinto, vereadora da Educação, o professor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa, diretor dos Estudos de Património da Universidade católica, e Alexandra Marques, responsável pelo Arquivo Municipal Alfredo Pimenta.

Na sua intervenção, Domingos Bragança agradeceu à família a doação de “tão importante documento histórico e patrimonial que retrata vários aspetos sociológicos do final do século XIX e do início do século XX”. “Esta coleção de menus é um documento que permite conhecer uma das dimensões da história de Guimarães, das suas famílias e de uma vivência muito particular de um segmento da sociedade vimaranense”, disse. O presidente da Câmara referiu-se à Casa de Margaride como “património da cidade, milenar, e que se confunde com a história de Portugal”, o que o levou a lançar o desafio à família para que mais produção documental seja produzida e publicada, contando com apoio do Município, e para as publicações possam ter uma projeção nacional.

José Couceiro da Costa, representando os 12 herdeiros, agradeceu a disponibilidade do município para a digitalização e disponibilização da coleção, bem como a sua posterior publicação, as duas condições para a doação. A edição terá a revisão científica do Professor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa, amigo da família, académico e intelectual, que aproveitou para referir as qualidades de boa legatária do espólio familiar de Dona Helena Maria Corrêa de Barros Cardoso de Macedo e Menezes (1929 -2020).

A Coleção de Menus guardados por Dona Helena Maria Corrêa de Barros Cardoso de Macedo e Menezes (1929 -2020), filha, neta e bisneta dos Condes de Margaride, possui “elevado valor histórico, patrimonial e arquivístico, pois, além de ser a única a ter todos os Menus dos banquetes régios oferecidos pelo 1º conde de Margaride, Luís Cardoso Martins da Costa de Macedo (1836-1919), aos sucessivos Reis, que sempre que se hospedaram na sua Casa do Carmo, engloba também um importante e interessante conjunto de peças que fielmente situam esta personalidade ímpar de Guimarães no panorama da Corte Portuguesa no último quartel do século XIX”, explica o município em comunicado. Além disso, a Coleção de Menus retrata a estética, a gastronomia, a sociedade, a heráldica e ainda a tipografia da época, tudo de um modo particularmente fluído e formoseado, desde o final do século XIX até aos alvores do século XXI, e, nessas dimensões, encerra um manancial de informação importante para a produção de conhecimento.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?