“COLETES AMARELOS” CONDICIONAM TRÂNSITO NO CENTRO DE GUIMARÃES

Mais de uma dezena de pessoas juntou esta manhã Guimarães ao mapa das cidades que, pelo país, se encontram em protesto. Os “coletes amarelos” condicionaram o trânsito numa zona central da cidade, junto ao Hospital.

Com a presença da PSP no local, o protesto desenrola-se de forma pacífica, com a utilização da passadeira a servir para parar o trânsito. “Em Portugal há milhões para os políticos e há tostões para as pessoas, e as pessoas têm de se revoltar. É prioritário manifestarmo-nos e tem de ser desta maneira, se não eles não acordam”, afirmou ao Mais Guimarães Francisco Sousa, um dos elementos deste protesto. Para o vimaranense, é importante que se olhe para o exemplo do que aconteceu em França. “Em França também não havia dinheiro para aumentar as pessoas, o povo levantou-se e manifestou-se e agora já há dinheiro. Em Portugal tem de ser igual”, explicou.

Apesar de o protesto não reunir um elevado número de pessoas, Francisco Sousa considera que é um bom sinal ver-se gente na rua e que este poderá ser um primeiro passo para outras ações futuras.”Isto é um bom sinal para manifestações futuras, isto começou assim mas depois começa a crescer, as pessoas começam a acreditar que vale a pena manifestarem-se. É de mais o que se passa neste país. Há um dito muito antigo, desde o 25 de abril, que diz ‘o povo é quem mais ordena’ e se o povo é quem mais ordena temos de começar a ordenar”, concluiu o vimaranense.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?