COMITIVA VITORIANA VISITOU O CENTRO ESCOLAR DE PONTE

Uma comitiva vitoriana, composta por Neno, Miguel Silva e Estupiñan, visitou esta tarde o Centro Escolar de Ponte, para alegria das centenas de crianças presentes na iniciativa.

No final, Miguel Silva foi o escolhido para falar aos jornalistas. Sobre o jogo do último fim de semana, diante do Vit. Setúbal, que terminou empatado, o jovem guarda-redes considera que não foi uma “machadada” nas aspirações da equipa: “foi um jogo menos positivo para nós, mas, como eu digo, tentamos fazer sempre o melhor para conseguir os três pontos”.

O empate não satisfez o grupo e Miguel Silva sabe o que correu menos bem: “as coisas começam a ficar um bocado complicadas quando jogamos contra equipas abaixo na classificação, porque tornam o jogo mais complicado. As equipas vêm fechadas, à procura do ponto, e para nós, da maneira que nós jogamos, torna-se mais complicado”.

José Peseiro chegou numa fase tardia da época, mas, na opinião do guarda-redes, a equipa já está habituada às suas ideias: “penso que temos posto em jogo as ideias que ele nos quer transmitir”.

Depois de um início de época prometedor, Miguel Silva perdeu a titularidade para Douglas. “Uma pessoa quando começa a época trabalha sempre para conseguir jogar todos os jogos até ao final, e este ano não consegui. Não era isso que eu estava à espera mas agora estou de volta à baliza e quero fazer o melhor até final”, disse.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?