CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE A MORTE VAI JUNTAR MAIS DE UMA CENTENA DE COMUNICAÇÕES EM GUIMARÃES

O Museu Alberto Sampaio foi o palco da apresentação do I Congresso Internacional “A Morte: Leituras da Humana Condição”, na manhã desta segunda-feira, 21 de janeiro.

O Congresso incluirá três noites culturais com programa aberto ao público em geral. O evento decorre de 21 a 24 de fevereiro, com os primeiros três dias a contarem com sessões noturnas no Centro Cultural Vila Flor, a partir das 21h30. No último dia, 24, estão previstos programas culturais, propostos pela Câmara Municipal de Guimarães, com visitas guiadas para os interessados, ao centro histórico vimaranense, cemitérios e ainda a locais relevantes pela questão ambiental. Ricardo Araújo Pereira (humorista), Sofia Reimão (médica e escritora) e Luciano Manicardi )prior da Comunidade Monástica de Bose, Itália), são alguns dos oradores confirmados, que chegam de três continentes.

Paulo Alves, presidente do Conselho Científico do Congresso, destacou a multidimensionalidade da morte. “Nós temos que falar desta fase da vida. Podemos dar um contributo para que as pessoas se saibam posicionar em relação a esta temática”.

Por sua vez, Adelina Paula Pinto, vereadora da Câmara Municipal de Guimarães, destacou o envolvimento da cidade, que “quer ser de congressos e de eventos”. “Esta área é nova mas já a começamos a ver de uma forma mais simpática. Esta questão é muito transversal, porque todas as religiões têm o seu olhar sobre a morte”, disse.

A presidente do Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo & Globalização, Eugénia Magalhães, explicou que a escolha da cidade de Guimarães para a organização do primeiro Congresso, está inserida numa política interna. “Já estava definido no Instituto esta diversidade de locais. Não pode ser tudo em Lisboa. Mas escolhemos Guimarães devido à sua aposta na cultura e pela simbologia. Nascemos [Portugal] aqui e estaremos agora a falar do fim da vida”.

Estão previstas mais de 100 comunicações, com quatro mesas redondas e quatro momentos culturais, englobando onze áreas temáticas. O Congresso é organizado pelo IEAC-GO (Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização) e conta com a parceria da Câmara Municipal de Guimarães, para além da cooperação com várias outras instituições do meio académico, científico, económico e social.

No dia 21 será exibido o filme “WIT”, com debate orientado por Paulo Miguel Martins (crítico de cinema). No segundo dia, destaque para o Concerto Missa Brevis, com João Gil, Luís Represas e Manuel Rebelo. A 23 de janeiro será gravado o programa de rádio “E Deus Criou o Mundo”, da Antena 01, com representantes de três religiões monoteístas: Isaac Assor, Khalid Jamal e Pedro Gil.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?