CONSELHO CONSULTIVO DA ESTRUTURA DE MISSÃO DEBATEU O TEMA DA HABITAÇÃO

Sessão decorreu esta sexta-feira e contou com as presenças dos vereadores da Câmara Municipal, Fernando Seara de Sá e Paula Oliveira.

A habitação foi o tema da 11.ª sessão de trabalho do Conselho Consultivo da Estrutura de Missão para o Desenvolvimento Sustentável – Guimarães 2030, que reuniu esta sexta-feira, 05 de julho, no Laboratório da Paisagem, com vários membros deste Conselho desde responsáveis de associações de moradores de bairros sociais e das ordens dos arquitetos e engenheiros, técnicos municipais, empresários do ramo imobiliário e autarcas, entre outros.

Na sessão de abertura Fernando Seara de Sá, vereador da Câmara Municipal de Guimarães com a pasta do Urbanismo, ressalvou a importância deste tema. “Espero uma discussão aberta sobre a habitação. É preciso olhar para este tema fora da caixa. Uma visão mais livre que nos permita obter outras perspetivas diferentes da nossa, que é necessariamente mais institucional. Queremos novas visões do que pode ser a habitação do futuro numa perspetiva de sustentabilidade”, analisou. Paula Oliveira, vereadora da Ação Social, também representou o Município na reunião.

A sessão de trabalho prosseguiu com uma apresentação de Carlos Maia, professor do Centro de Estudos da Escola de Arquitetura da Universidade do Minho, que abordou novos conceitos de habitação, como o “co-living” e “cohousing”, que têm por base a partilha do espaço e de despesas onde residem, bem como a criação intencional de comunidade.

Divididos por grupos – construção sustentável; envelhecimento, habitação digna e habitação e região – os participantes foram posteriormente desafiados a mapear os principais problemas do futuro e a encontrar soluções. Algumas das propostas referem a utilização de materiais sustentáveis, a lógica da partilha de habitação intergeracional e multifuncional, dos incentivos fiscais para construções sustentáveis, mais fiscalização na habitação existente e construção, uma habitação mais centrada na pessoa e no seu bem-estar, o cumprimento da legislação, a habitação vernacular e a habitação como processo inclusivo, o Município como agente facilitador da procura, da habitação existente e dos centros tecnológicos que trabalham a questão de materiais e métodos de construção inovadores.

O Conselho Consultivo voltará a reunir a 22 de outubro, num encontro alargado que contará com a presença do Comité Externo de Aconselhamento, nomeadamente com Mohan Munasinghe, emérito professor universitário e Prémio Nobel da Paz em 2007, bem como Jane Carruthers e Will Wynn.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?